Prefeitura de Barbacena passará por auditoria
Após um mês de gestão, falta de dados e desorganização deixados não permitem determinar a real situação da Prefeitura.


Depois de encontrar a Prefeitura totalmente sucateada, a nova gestão municipal optou por contratar uma empresa de auditoria. A “Libertas Auditores & Consultores” será a responsável pela verificação e formulação de relatório referente ao exercício de 2012. Os setores contábil, financeiro, orçamentário, patrimonial, além dos processos licitatórios, convênios e todos os atos administrativos, que envolvem recursos públicos, serão analisados. O objetivo é conhecer a real situação da Prefeitura Municipal.

Ainda esta semana, a empresa “Libertas Auditores & Consultores”, contratada para realizar a auditoria, dará inicio à análise de todas as transações do ano passado. A finalidade é traçar um perfil independente, atualizado e técnico, da real situação em que se encontra a Prefeitura de Barbacena. Após a análise os auditores irão elaborar um relatório com um viés pedagógico e preventivo.

Segundo o Secretário de Planejamento, Samir Moysés, a ideia é mitigar os riscos de controle nas atividades relacionadas ao reconhecimento, mensuração, registro, apuração, avaliação e controle do Patrimônio Público Municipal, conduzindo a Contadoria às melhores práticas de governança pública.  Samir justificou a medida afirmando que a transição do governo não aconteceu com a devida transparência. “Os bancos de dados não estão completos e o volume de despesas não conferem. A despesa com o pessoal, por exemplo, apresenta falhas. Funcionários de alguns setores receberam os proventos, em detrimento de outros. Na última semana de governo da gestão anterior, o Departamento Municipal de Meio Ambiente, Água, Esgoto e Limpeza Urbana (Demae) pagou à empresa KTM, responsável pela limpeza urbana, 1 milhão e 800 mil reais. Os cofres do Demae foram zerados para efetuar o pagamento da empresa, mas os funcionários não receberam a totalidade do décimo terceiro e o pagamento da folha dezembro”, concluiu Samir.

Na Prefeitura, a dívida com impostos, convênios, serviços prestados e funcionários com salários atrasados, chega a quase 70 milhões de reais. Segundo o Prefeito Toninho Andrada, a dívida, apesar de grande e de dificultar a gestão em algumas áreas, não inviabiliza a administração. “Precisamos identificar os problemas e descobrir onde os recursos foram aplicados. Para se ter uma ideia, o orçamento da prefeitura para o ano todo é de 230 milhões, então, praticamente um terço desta receita está comprometida com dívidas que a gestão passada deixou. Precisamos rever tudo isso para fazer uma aplicação correta e justa dos recursos disponíveis ”, afirmou Toninho Andrada.

A “Libertas Auditores & Consultores” atua na prestação de serviços técnicos especializados de auditoria e consultoria, nas áreas de contabilidade e orçamento. E já trabalhou em centenas de municípios brasileiros.

 


Busca de Notícias