Famílias de alunos aprovam Programa Escola Legal
Mais de 400 pessoas estiveram presentes em encontro para apresentação do Programa Educacional Escola Legal. Pais e responsáveis aprovaram a iniciativa.


No sábado, dia 16 de março, pais e responsáveis pelos alunos da rede municipal de ensino, que estão participando do Programa Educacional Escola Legal - PEEL, compareceram em evento na Unipac, local onde funciona o projeto. O encontro, promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Desporto, juntamente com a coordenação do Programa, teve como objetivo apresentar, aos pais e responsáveis, as diretrizes do PEEL. Durante toda a tarde, eles puderam esclarecer dúvidas quanto ao Programa, conhecer o espaço utilizado pelos alunos e trocar opiniões com outros pais.

O coordenador do PEEL, Bruno Simões Coelho, deu início ao evento explicando aos presentes o objetivo do Programa “o nosso único objetivo é oferecer um ensino de qualidade e novas oportunidade de aprendizagem e desenvolvimento aos alunos das escolas municipais”, afirmou Bruno. O Secretário de Educação, Emiliano Furtado, afirmou: “o Programa foi desenvolvido para beneficiar os alunos e aprimorar a educação no município. O que pretendemos é despertar o interesse do aluno e melhorar o seu desempenho por meio de atividades complementares e do aumento da permanência do aluno na escola”, completou o secretário, que se colocou a disposição para outros esclarecimentos.

Pais e responsáveis pelos alunos participaram ativamente da reunião, fizeram perguntas, trocaram ideias e discutiram os benefícios do Programa. As questões foram variadas: transporte, alimentação, tipos de atividades complementares e prática de esporte. Bruno Simões Coelho respondeu a todas as perguntas e destacou a importância dessa interação. “É muito importante para nós que vocês, se interessem pelo Programa e façam estes questionamentos. É por isso que promovemos este evento, para que não restem dúvidas quanto ao compromisso do município com a qualidade do ensino e aprendizagem dos seus filhos”, concluiu Bruno. Além do coordenador do PEEL e do Secretário de Educação, também estavam presentes, a vice-coordenadora do Programa, Beth Losch, professores, os monitores, que acompanham os alunos no trajeto para a Escola e fazem a inspeção durante as aulas, e demais funcionários.

Após visita ao espaço, os pais participaram de um lanche e conversaram, informalmente, com o Secretário de Educação, o coordenador e a vice-coordeandora do Programa, e demais professores. Alguns responsáveis esclareceram dúvidas individuais, outros agradeceram pela oportunidade e parabenizaram a iniciativa.

 

Conheça a opinião de alguns pais e responsáveis:

 

“Eu acho que depois que começou no Programa, a Daniella está mais interessada e aprendendo mais. Agora que eu vim aqui e conheci o espaço, entendo o porquê, aqui é grande, tem biblioteca, computador, ventilador, além dos professores, que continuam os mesmos, mas agora com mais recursos pra ensinar minha filha.” - Liliana Lúcia da Cunha Juliana, moradora do bairro Monte Mário.

 

 “Estou muito tranquila, o projeto é ótimo! Eu sempre acreditei muito, desde o início. Meu filho e as outras crianças estão muito bem estalados e muito bem instruídos. O Programa Educacional Escola Legal já é um sucesso.” – Sônia Maria Teixeira, moradora do bairro Santa Efigênia.

 

 “Desde que começou o Programa minha filha é outra criança, porque ela chega feliz, cheia de novidades e animada para fazer as tarefas. Ela me conta como as aulas estão mais interessantes, como a sala é ventilada e quantos amigos ela fez. Eu fico muito agradecida da dela ter essa oportunidade. Eu posso dormir tranquila, porque sei que ela está aprendendo, está segura e em boas mãos” – Cíntia Aparecida da Silva, moradora do bairro Monte Mário.

 

“Eu achei o projeto muito bom! Pra minha filha, que está no último ano, é excelente, porque vai ser uma preparação melhor. Por ser de uma escola municipal, a gente pensou que não seria uma coisa boa, mas me surpreendo a cada dia, isso aqui é ótimo. Agora eu posso dizer que estou tranquila e muito feliz com o Programa. Eu vim aqui, antes dessa reunião, entrei nos ônibus, nas salas, porque queria saber onde minha filha estava e com quem ela estava, e eu fiquei muito tranquila, não tenho nada a queixar.” – Kelly Renata da Costa, moradora do bairro Caminho Novo.

 

“No princípio eu levei um susto, mas depois que vim até aqui e vi onde ela está, fiquei muito tranquila. Não dá nem pra comparar a estrutura da escola que ela veio com a da Unipac. Me sinto bem em saber que minha filha tem uma oportunidade que eu não tive e que o irmão dela não teve. É a terceira vez que venho aqui. Eu vim sozinha pra conhecer, visitei tudo, o ônibus, as salas, a cantina e conheci os funcionários. Depois trouxe outros pais comigo, para eles verem também, e agora vim na reunião. Minha filha adora o Programa, os meus vizinhos gostaram muito de tudo e não vejo complicação na mudança, vejo coisas boas, muitas coisas boas.” – Regina Helena Nascimento de Souza, moradora do bairro Boa Morte.

 

O Programa

Melhoria da qualidade de ensino e aumento de tempo de permanência do aluno no ambiente escolar com o desenvolvimento de atividades complementares e multidisciplinares, estímulo cultural e acesso às práticas esportivas e ao lazer, estes são os objetivos do Programa Educacional Escola Legal (PEEL). Criado pela Prefeitura de Barbacena, o Programa teve início na segunda-feira, dia 4 de março, e vem recebendo elogios de pais, alunos e professores da rede municipal, por causa da contribuição que dá à melhoria do aprendizado em sala de aula.

Através de um Termo de Cooperação Educacional entre a Prefeitura de Barbacena e a Unipac, toda a infraestrutura da Universidade foi disponibilizada para os alunos. A ideia é fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, com acompanhamento pedagógico, atividades de meio ambiente, informática, esporte, cultura, lazer e promoção da saúde. Os primeiros a se beneficiarem são os alunos do 6º ao 9º anos das Escolas Municipais: Acadêmico Abgard Renault, Inês Piacesi, Benjamim Ferreira Guimarães e Randolfo Teixeira de Andrade.

Além de gerar uma economia de quase R$100 mil mensais ao município, o Programa é uma providência administrativa que visa melhorar a qualidade de ensino na rede municipal, com aumento de permanência do aluno na escola e o implemento de atividades complementares. Ao projeto de educação será articulado um projeto cultural, turístico e ambiental garantindo o acesso e conhecimento amplo, com acesso a recursos pedagógicos atualizados, à internet e à informática, à leitura e o alcance às publicações e biblioteca. Também será garantido ao aluno o provimento da alimentação escolar com qualidade nutricional e a oferta de espaço físico apropriado e com segurança para o desenvolvimento de todas as essas atividades.

 


Busca de Notícias