Projeto de Enfrentamento à Violência Sexual é lançado em evento do CREAS
Prefeitura promove evento no Dia Nacional de Combate á Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e adolescentes com palestra educativa


“Possibilidades e desafios da Proteção Social nos Centros de Referências Especializados de Assistência Social (CREAS)”, foi o tema de uma palestra ministrada por Déborah Akerman, realizada na última sexta-feira (16), pela Prefeitura Municipal de Barbacena, por meio da Secretaria Municipal de Coordenação de Programas Sociais (SECOPS), em parceria com o Centro de Referencia Especializado de Assistência Social (CREAS) de Barbacena.

O evento aconteceu no auditório da Faculdade de Medicina, com a presença do vice-prefeito, Mário Raimundo de Melo, representante do prefeito Toninho Andrada; do secretário Municipal de Coordenação de Programas Sociais, Flávio Maluf; do Subsecretário de Assistência Social e Convênios, Clairton Dutra Costa Vieira; da Coordenadora Executiva da SECOPS, Maria da Consolação Rodrigues e do promotor de Justiça da Segunda Vara da Infância e da Juventude, Flávio Barra.

A coordenadora do CREAS, Vislene Querino Fofano da Silva, abriu os trabalhos falando o que é a unidade pública e apresentou um relatório sobre os atendimentos e encaminhamentos realizados pelos profissionais. Os participantes também puderam conhecer alguns dados estatísticos do Serviço de Enfrentamento á Violência, abuso e exploração sexual de crianças, adolescentes e seus familiares, que foram apresentados pela psicóloga Fabrícia Tostes Sanches e pelo técnico em abordagem social, Walisson Torres.

Durante o evento aconteceu o lançamento do projeto de intervenção do CREAS sobre sexualidade “Quebrando o Silêncio, um caminho para a diminuição da violência sexual no município”. De acordo com a psicóloga, Eloisa Castro, o projeto tem o objetivo de formar grupos com crianças, adolescentes e jovens da cidade para orientar a população e transmitir informações sobre sexualidade e violência social, no sentido de intervir de maneira mais eficaz no trabalho preventivo e educativo.

A psicóloga Kennya Rodrigues, por sua vez, apresentou um estudo de caso, cujo foco foi a violência sexual e suas conseqüências em um contexto intrafamiliar especifico. 


Busca de Notícias