Sala Verde retoma atividades em Barbacena


A Prefeitura Municipal de Barbacena, por meio da Diretoria de Meio Ambiente da AGIR - Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena e Região - retomou as atividades do Projeto Sala Verde. O objetivo é atuar como potencial centro de informação e formação ambiental, disponibilizando e democratizando informações ambientais de forma articulada e integrada.

Coordenado pelo Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, o Projeto foi iniciado em 2000, por causa da demanda de diversos municípios e instituições em possuir um Centro de Referência em Informações Ambientais que possibilitasse o acesso às diversas publicações disponibilizadas pelo Ministério. Em Barbacena, o Projeto teve início em 2003, mas foi interrompido, retomando as atividades na atual administração. A ideia é formar parcerias com instituições de ensino superior, empresas de iniciativa privada, e secretarias municipais, com o objetivo de criar espaços direcionados para a educação ambiental informal.

Sérgio Grossi, ambientalista e Diretor de Meio Ambiente da AGIR, considera o Projeto fundamental “educação ambiental é a base do nosso futuro”. Para o ambientalista, sustentabilidade nasce quando existe cultura e educação, “queremos fazer isso por Barbacena e região, desenvolver trabalhos que foquem em problemas e soluções ambientais locais. Cada região tem uma característica própria, e é pensando nas peculiaridades regionais que podemos agir em projetos maiores”, concluiu Sérgio.

De acordo com o coordenador e professor da Sala Verde, Rogério Pereira Fonseca, as atividades iniciais do Projeto serão em parceria com a Secretaria de Educação e Desporto (SEDUC). “Vamos trabalhar com alunos de escolas públicas e privadas a fim de realizar atividades que vão para além dos muros da escola. Queremos desenvolver ações sobre educação sustentável e aspectos ambientais, que surgem no ambiente escolar, e tem ligação com as questões ambientais da cidade e região”, afirmou o coordenador.

Posteriormente, o Projeto Sala Verde será expandido, já que o objetivo é trabalhar a educação ambiental para todas as idades. “Queremos que a Sala Verde seja um marco para ampliar a visão e despertar as pessoas para cuidar do planeta. É pensar global e agir local”, finalizou Rogério Pereira. Serão três salas: uma biblioteca, uma sala de materiais pedagógicos, e uma sala lúdica. Os espaços poderão ser frequentados por alunos, professores, universitários, profissionais, pesquisadores e população em geral.

As atividades já começaram, e a equipe da Diretoria de Meio Ambiente visitou algumas escolas e participou da II Semana Ambiental Integrada da Polícia Militar. A próxima atuação da Sala Verde será na IV Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA). A Diretoria de Meio Ambiente da AGIR atuará no sentido de incentivar as escolas de Barbacena e região, por meio da SEDUC e da Superintendência Regional de Ensino, a participar da Conferência, que é um instrumento voltado para o fortalecimento da cidadania ambiental nas escolas e comunidades a partir de uma educação crítica, participativa, democrática e transformadora. A CNIJMA é uma proposta do Ministério da Educação juntamente com o Ministério do Meio Ambiente, e busca envolver estudantes, professores, juventude e comunidade no enfrentamento do desafio de construirmos uma sociedade educada ambientalmente para a sustentabilidade. A Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente é dividida em etapas, a primeira deve acontecer nas escolas, o prazo é até 31 de agosto.

Os espaços da Sala Verde irão funcionar no prédio da AGIR, à Praça Conde Prados, s/nº, no centro da cidade. Estudantes, pesquisadores, profissionais e população, que precisarem de material, orientação, apoio ou informações relativas ao meio ambiente podem procurar Rogério Fonseca, na sede da AGIR, ou ligar para (32) 3339-2047.


Busca de Notícias