Presidente do Fecomércio Minas visita Barbacena
Encontro resulta em parceria para construção de teatro na cidade


Em visita à sede do Grupo Ponto de Partida, Bituca - Universidade de Música Popular e Corredor Cultural, o Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais, Lázaro Luiz Gonzaga, firmou parceria com a Prefeitura, para construção de Teatro e Casa de Arte e Ofício. A proposta é fruto de discussões entre o Sindicomércio de Barbacena, Governo Municipal e Grupo Ponto de Partida, e espera finalizar a implantação do Corredor Cultural na cidade.

Para a construção do espaço, além da parceria com o Fecomércio, faz-se necessária a doação do terreno, que pertence ao Governo de Minas. São dez hectares de terra, que serão negociados com o Governador Antônio Anastasia no próximo dia 20, em audiência já agendada com Prefeito Toninho Andrada.

Durante a visita, a diretora do Grupo Ponto de Partida, Regina Bertola, apresentou os prédios onde funcionou a Sericícola, primeira fábrica de seda do Brasil, e hoje estão instalados a Bituca e o Corredor Cultural. Foi com muito entusiasmo que Regina recebeu o anúncio da parceria, e destacou que agora “Barbacena vai conquistar o que merece, o que construiu em anos de vida cultural”. A diretora pontuou ainda que a conclusão do Corredor Cultural será um marco para a história local, pois “um povo que esquece sua memória não tem perspectiva de futuro”.

O Prefeito Toninho Andrada se mostrou satisfeito com o resultado da reunião. Segundo ele, a parceria é fundamental para a construção do espaço, assim como a cultura é fundamental para o desenvolvimento de um povo. “Este foi o primeiro passo de um processo longo, mas que renderá bons frutos”, afirmou o Prefeito.

O apoio do Fecomércio viabilizará as obras para construção do local, o próximo passo é articular a doação do espaço. Toninho está confiante. Na próxima terça-feira (20), ele se reúne com Antônio Anastasia e vai articular a concessão de parte do terreno. De acordo com Toninho, “o Governador tem sido sensível às demandas de nossa cidade e é um amante da cultura”, por isso acredita que o estado fará a doação.

Com um conjunto arquitetônico inspirador, segundo palavras do Presidente do Fecomércio Minas, Lázaro Luiz Gonzaga, o Corredor Cultural já pode contar com o apoio da instituição empresarial. “É um espaço maravilhoso, que merece ser preservado e bem aproveitado. Vamos consolidar o projeto, Fecomércio e Prefeitura Municipal de Barbacena já são parceiros”, concluiu o Presidente.

Osvaldo Fernandes Pereira, Presidente do Sindicomércio Barbacena, destacou a importância da nova conquista para o setor de negócios. “Barbacena é uma cidade referência em cultura, empresa e negócios, mas não temos um espaço para desenvolver as atividades dos setores. Esse apoio é fundamental para elevar o nome da nossa cidade e otimizar essa referência”, pontuou Osvaldo.

O espaço a ser construído a casa de Arte e Ofício e o Teatro abrigou a primeira fábrica de seda do Brasil, cuja história se embaraça com a imigração italiana em Minas Gerais, 1888, com o desenvolvimento industrial do início do século, com o trabalho feminino no Brasil.


Busca de Notícias