CRAS estimula a prática de alimentação saudável na comunidade


Uma boa alimentação é sinônimo de uma vida saudável. Este foi o tema desenvolvido pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) – São Pedro nos últimos dois meses. E hoje, 4 de outubro, finalizando uma série de ações, a unidade recebeu o “Armazém da Saúde”, do Instituto Nacional do Câncer (INCA). O objetivo foi avaliar os hábitos alimentares da comunidade e instruí-los para a prática de uma alimentação de qualidade.

O CRAS São Pedro possui 422 usuários cadastrados. Segundo o coordenador da unidade, Márcio Campos, a grande maioria dos usuários participou da Campanha Alimentação Saudável, que contou também com Festival de Desenhos, Receitas da Vovó e Binguloso. “Nossa equipe fez um levantamento e constatou alto índice de obesidade entre as pessoas das diferentes faixas etárias que atendemos. Nesse sentido, desenvolvemos a Campanha a fim de estimular o consumo de alimentos saudáveis e melhorar a qualidade de vida da comunidade”, explicou Márcio.

Além do Armazém, crianças, adultos e idosos tiveram acesso ao serviço de medição do IMC (Índice de Massa Corpórea), com pesagem e medição de altura. Eles também puderam conferir a quantidade de sal, açúcar e óleo de alimentos frequentemente consumidos pela população. Para Márcio Campos, esta é uma oportunidade de trabalhar a consciência da comunidade e despertar o interesse para uma alimentação de qualidade. “Acredito que a prática é mais efetiva se comparada a palestras, por exemplo. Por isso optamos por montar um cenário, convidar o INCA para trazer o armazém e fazer com que as pessoas vejam de perto o mal que certos alimentos podem causar à saúde”, finalizou o coordenador.

O “Armazém da Saúde” funciona de forma itinerante e já passou por diversas cidades do Brasil. A ideia é que as pessoas entrem no espaço, montado como se fosse uma mercearia, e escolham entre os alimentos cenográficos (frutas, legumes e verduras, biscoitos, cereais, carnes e embutidos) os que normalmente levariam para suas casas. Ao terminarem, os “clientes” recebem orientação de nutricionistas sobre hábitos alimentares, benefícios de uma boa alimentação e dicas para refeições saudáveis.  A tenda faz parte da estratégia do INCA para informar à população sobre a importância de uma alimentação balanceada para se manter o peso próximo do ideal e, assim, evitar um dos fatores de risco controláveis para o câncer: a obesidade.

Segundo a nutricionista do INCA, Sueli Couto, que acompanhou as atividades, o “Armazém da Saúde” é uma proposta do Instituto para atuar na promoção da saúde. “Trabalhamos com a prevenção e vigilância. O objetivo é promover o reconhecimento social de que o câncer é prevenível e de que uma alimentação saudável pode evitar esta e outras doenças graves”, afirmou Sueli, que parabenizou a iniciativa do CRAS: “Esta é uma ação louvável. Os trabalhos desenvolvidos pela equipe me surpreenderam de forma muito positiva”.

Durante todo o dia, a comunidade participou do evento. Diva de Oliveira é moradora do bairro São Pedro e levou os dois netos para participarem do evento. “Acho muito importante trabalhar este tema com todas as idades, por isso trouxe as crianças. É bom que eles cresçam sabendo como se alimentar da maneira correta e como ter uma vida saudável”, disse a dona de casa.

Sara Gabriela tem só seis anos, mas soube falar com precisão o que aprendeu no Armazém. “As nutricionistas me mostraram o que é bom para a saúde e agora, quando eu for à feira, vou pedir para minha mãe comprar frutas e verduras para mim, porque sei que é isso que vai me fazer bem”, afirmou a garotinha.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é responsável por organizar e oferecer serviços da Proteção Social Básica nas áreas de vulnerabilidade e risco social. Além disso, trabalha com temas transversais, atendendo à população por meio de assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, monitores, dentre outros profissionais.


Busca de Notícias