Música Minas circula por 20 cidades do estado capacitando agentes culturais
Barbacena recebe Núcleo Gestor para apresentação do novo Edital de Descentralização Estadual


A partir desta semana, o ‘Música Minas’ intensifica as ações de circulação pelo interior, com painéis em todas as regiões do Estado. O objetivo é divulgar os editais do Programa, além de capacitar e estimular agentes culturais a se beneficiarem das oportunidades oferecidas por eles.  E Barbacena está no circuito. Integrando a Programação do Conexão, o ‘Música Minas’ estará na Estação Ferroviária, a partir das 11 horas da manhã, no sábado, dia 16.

O Gestor Estadual, Gabriel Murilo, e o Gestor de Comunicação, Israel do Vale, reúnem-se com músicos, produtores, técnicos, gestores públicos ou privados e demais agentes da cadeia criativa e produtiva. O giro pelo interior teve início na segunda quinzena de setembro, em Araçuaí, durante o Festivale. A nova etapa acontece num momento bastante especial, de apresentação do Edital de Descentralização Estadual, com lançamento previsto para o início de Dezembro.

Até abril, cerca de 20 cidades distribuídas pelas dez macrorregiões mineiras serão visitadas pelo Núcleo Gestor do ‘Música Minas’. Ainda este ano, estão programadas ações em Conselheiro Lafaiete, Três Corações, Poços de Caldas, Itajubá, Juiz de Fora, Teófilo Otoni, Almenara e Águas Formosas. Além delas, João Monlevade, Montes Claros e Itabira também podem receber o ‘Música Minas’ em 2013. 

De Fevereiro a Julho de 2014, será disponibilizado um total de R$ 140 mil para turnês rodoviárias pelo Estado –o que equivale a três vezes e meia o montante total investido em circulação entre os municípios mineiros na temporada anterior do Programa, no período 2012/2013. O objetivo é fomentar a criação de microrrotas pelo interior, por meio de parcerias com prefeituras, universidades, festivais, eventos, bares, restaurantes, centros culturais e equipamentos públicos e privados com vocação para a música.

Música Minas

O Música Minas é uma ação compartilhada entre poder público e sociedade civil, por meio de convênio entre o Governo de Minas (via Secretaria de Estado de Cultura) e o Fórum da Música de Minas Gerais, representado na temporada 2013/2014 pelo VALEMAIS – Instituto Sociocultural do Jequitinhonha.

Em seu quinto ano, o Programa constitui uma grande vitória para a cena musical de todo o Estado. Mais que promover trabalhos artísticos, o Música Minas tem trabalhado no sentido de qualificar os agentes do setor, gerar oportunidades e construir pontes que promovam a sustentabilidade de carreiras na cadeia criativa e produtiva da música.

O atual Núcleo Gestor é composto por Guilardo Veloso, Francisco Cereno, Gabriel Murilo e Israel do Vale –todos pela primeira vez à frente da condução do Música Minas. A nova gestão assumiu no segundo semestre desse ano. Desde então, vem intensificando a aposta em processos de construção coletiva, com foco na transparência, descentralização e no diálogo permanente com o setor.

Dentro dessa política, as reuniões ordinárias do Fórum da Música de Minas Gerais (instância que reúne as entidades responsáveis pela formulação de diretrizes do Música Minas), agora são transmitidas ao vivo pela internet –todas as terças, a partir das 19h. A novidade permite que agentes culturais do interior tragam contribuições para a construção e o aprimoramento das políticas públicas voltadas para o setor.

Responsável pelas diretrizes do Programa, o Fórum da Música reúne sete entidades organizadas e representativas do setor musical: AAMUCE (Associação dos Amigos do Museu Clube da Esquina), Associação Mucury Cultural, FEM (Fora do Eixo Minas), Grupo Cultural NUC, Rede Catitu, SIM (Sociedade Independente da Música) e VALEMAIS  - Instituto Sociocultural do Jequitinhonha –signatário do atual convênio.


Busca de Notícias