Plano de Saneamento de Barbacena é apresentado em Audiência Pública


O Plano Municipal de Saneamento Básico de Barbacena  (PMSBB), foi apresentado durante uma Audência Pública promovida pela Prefeitura e pela empresa responsável pelo projeto, Habitat Ecológico. Participaram  representantes da Prefeitura, membros da AGIR (Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena), vereadores, Comandante da EPCAR Alex Picchi Izmailov, Copasa, líderes religiosos e  moradores de Barbacena. “Esta audiência é um importante momento para que a população tenha consciência de  tudo que será feito nos próximos anos. O objetivo do PMSSB é planejar ações para que o serviço melhore”, aponta o vice-prefeito e coordenador do Plano, Mario Raimundo de Melo.

O desenvolvimento do Plano atende à Lei Federal 11445/07, que implantou a Política Nacional de Saneamento Básico e determina que todos os municípios devem desenvolver seu plano municipal, independente do número de habitantes que possuam. Desta forma, em Barbacena, o documento foi elaborado a partir de levantamentos de campo realizado pela Prefeitura  com o apoio da equipe técnica da Habitat Ecológico.

Segundo o Prefeito  de Barbacena, Antônio Carlos Doorgal de Andrada, este projeto só foi possível, porque a atual administração teve e usou a verba na hora certa. “Quando tomei posse, recebi um recado do Governo Federal, dizendo que eu teria 60 dias para usar o dinheiro, sob a pena de a cidade ficar sem esta verba. Nós fomos ágeis e o que a gestão anterior não fez em um ano, nós fizemos em 60 dias. Contratamos uma empresa e hoje a cidade ganha um Plano Municipal de Saneamento”, explicou o prefeito.

O Plano contempla o abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, manejo de águas pluviais (drenagens). Na Audiência Pública foi apresentado todo plano e a comunidade presente, pôde fazer suas devidas anotações, sugestões e até mesmo mudanças.

Segundo o engenheiro civil e sanitarista e diretor técnico da Habitat Ecológico – empresa responsável pelo projeto - Nicolau Obladen, a participação da comunidade na audiência é de grande importância para o trabalho e conclusão do programa. “Vamos continuar recebendo sugestões até o dia 28 de fevereiro, para assim, finalizarmos o projeto e encaminharmos à Prefeitura Municipal”, completou Obladen

O projeto está em sua segunda fase e pode ser visualizado pela internet até o dia 28 de fevereiro. Ainda pela internet, sugestões e mudanças podem ser encaminhadas para a comissão. E se aprovada, inserida junto os demais diagnósticos. “ A própria audiência é uma coleta de material para finalizarmos o plano. Nós fizemos algumas correções e o plano está bem amplo e explicativo. Mas Barbacena precisava disso há muito tempo. Com esta linha de ação, o meio ambiente começa a ter foco de várias formas diferente”, disse Sérgio Grossi, diretor de Meio Ambiente da AGIR.

De acordo com Luiz Alvaro Campos, diretor do SAS (Serviço de Água e Saneamento), a cidade só tem a mudar com este plano. Passamos todas as informações possíveis para ajudar. “Tivemos uma preocupação em passar tudo que precisassem. Afinal de contas, vamos ajudar o meio ambiente, a saúde e a vida de todos da cidade”, afirmou Luiz Alvaro.

Para finalizar, o Prefeito de Barbacena disse que é um grande passo para a cidade, pois agora Barbacena consegue verbas específicas para o lugar que mais precisa.  A Prefeitura não tem verbas o suficiente para resolver todos os problemas e muitas vezes tem que se buscar de fora. “ Ter um plano deste porte,  organiza , direciona e indica a principais carências do Município e facilita na hora de buscar os recursos. Temos o mapeamento da cidade como um todo e passamos a entender  todas as carências de uma maneira geral. Isso facilita muito e evita o desperdício de dinheiro”, completou Toninho Andrada.

 


Busca de Notícias