PMAQ avalia atenção primária em Barbacena


O município de Barbacena recebeu  duas avaliadoras da NESCON/UFMG (Núcleo de Educação em Saúde Coletiva/Universidade Federal de Minas Gerais), que estão realizando a avaliação em 25 equipes da Estratégia de Saúde da Família, três equipes NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família) e onze equipes de odontologia da comunidade. As avaliações estão focadas nos processos de trabalho, na infraestrutura e na satisfação do usuário.

O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) é um projeto de território nacional, que tem como objetivo promover a melhoria do acesso e da qualidade da atenção à saúde. E assim, permitir maior transparência e efetividade das ações governamentais direcionadas para a Saúde.

Segundo Franciele do Carmo Monteiro , Gerente de Estratégia e Saúde da Família, o plano já está em processo de avaliação externa, onde será a fase em que se realiza um conjunto de ações que averigua as condições de acesso de qualidade e da totalidade de municípios, em companhia com Equipes da Atenção Básica participantes do Programa. “Vemos que no Brasil, não só aqui em Barbacena, muitas pessoas tem dificuldade dentro da atenção primária. Então queremos detectar os possíveis problemas, traçar novas estratégias e fortalecer nosso trabalho”, completou Franciele.

“A nossa prioridade é investir, melhorar e fortalecer a Atenção Primária, tanto na infraestrutura quanto nos serviços prestados. Nos últimos meses, três unidades básicas já passaram por melhorias, como ESF (Estratégia de Saúde da Família) João Paulo II, ESF Boa Vista e ESF São Francisco, mas não para por aí. Queremos oferecer aos usuários um serviço de qualidade, focado na prevenção de doenças e promoção à saúde” disse Juliana Ludgero, Coordenadora da Atenção Primária de Barbacena.

Após esta avaliação o município receberá uma nota, que será vinculada a um recurso financeiro destinado a melhoria das unidades básicas de saúde.


Busca de Notícias