Município assume a posse da Fazenda do Registro Velho
Imóvel foi cedido em comodato ao município com promessa de doação definitiva, abrindo caminho para a recuperação do patrimôniohistórico em parceria com o IPHAN


A Fazenda do Registro Velho é um dos imóveis mais importantes do interior de Minas Gerais. O local foi utilizado no século XVIII para fiscalizar o ouro que circulava pela Estrada Real, sendo posteriormente residência de inconfidente e palco de inúmeros encontros políticos de relevância nacional. Tombada também como Patrimônio Municipal, a Fazenda tem mais de 300 anos e representa uma parte importante da historiografia mineira. Em precário estado de conservação, a casa-sede da Fazenda foi coberta com estruturas de lona e metálica por duas vezes nos últimos anos por ordem da Procuradoria Geral da República e do Ministério Público, tentativas que não lograram êxito. Agora, com a posse do imóvel, o município de Barbacena deve começar com serviços básicos de limpeza nas próximas semanas, enquanto aguarda um posicionamento do IPHAN sobre o início das obras de recuperação.

O Prefeito Toninho Andrada enalteceu o gesto da família Cordeiro como “um ato de  desprendimento incomum e de enorme sensibilidade cultural, que merece o reconhecimento e aplausos de toda a sociedade”. Para ele, a partir de agora “teremos plenas condições de colocar um fim na longa agonia deste histórico e belíssimo imóvel”.

O prefeito Toninho Andrada assinou Termo de Comodato e de Cessão de Uso por 21 anos com os proprietários da histórica Fazenda do Registro Velho, que, sob o domínio público poderá ser recuperada pelo IPHAN em parceria com o município. Foi um passo importante para a recuperação da Fazenda, cujo estado de abandono está transformando-a em ruínas. Após entendimentos com a família Cordeiro, proprietária do imóvel, que é tombado como Patrimônio Histórico Nacional, foi assinado um Termo de Comodato pelo qual o município de Barbacena tem a cessão de uso do imóvel por 21 anos, com a promessa de doação definitiva. A cessão compreende uma área de 1.740 metros quadrados, na qual está localizada a casa-sede da histórica Fazenda, ficando o restante do terreno na posse da família Cordeiro. Nesta quinta-feira, dia 27, o documento que dá a posse do imóvel ao município, foi encaminhado à Superintendente do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico IPHAN, Michele Arroyo, em Belo Horizonte. Acompanhado do Vice-Presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento – AGIR, Edson Brandão, o Prefeito Toninho Andrada esteve pessoalmente no órgão, ocasião em que tratou das possibilidades de parceria para o início da recuperação do imóvel. A iniciativa da Prefeitura de Barbacena vai permitir que a entidade nacional inicie os trabalhos de recuperação do casarão, cujo empecilho era de que o imóvel pertencia a um proprietário particular, o que impediria investimentos públicos. Com o Termo de Comodato, o imóvel passa para a posse do município, sendo considerado um bem público.


Busca de Notícias