Conscientização marca o dia em Barbacena
Crianças das Escolas Municipais participam de ação de conscientização e preservação ambiental


A oportunidade não poderia ser melhor... Alunos do quarto e quinto anos, das Escolas Municipais Jovelino Jacinto Furtado (Faria), Coronel José Máximo (Pombal) e Crispim de Paula Nésio (Costas) participaram de uma ação de conscientização e preservação Ambiental, promovida pela Prefeitura Municipal de Barbacena, juntamente com a Agência de Desenvolvimento Integrado e Região (AGIR), Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) e Agência de Desenvolvimento Passos da Liberdade (Adepal).

As ações estão sendo feitas por etapas e as crianças são fundamentais para que a iniciativa dê certo. Depois de uma palestra realizada durante a semana com explicações sobre a importância da prevenção ambiental e do Peixamento, os alunos foram até o Rio das Mortes para colocar em prática o que aprenderam. “Esse trabalho com as crianças é muito importante. É muito fácil agregar os valores e a capacidade de disseminar tudo o que elas aprendem. O nosso objetivo é que elas transmitam todo o aprendizado para os adultos. A parceria com a Prefeitura Municipal e a AGIR ajuda muito e o trabalho conjunto está sendo bem desenvolvido”, revela a vereadora Vânia Castro, parceira da ação.

Centenas de peixes, das espécies Piracanjuba, Dourado e Curimbatá foram depositados no rio, mas antes as crianças receberam algumas orientações e conselhos do diretor de Meio Ambiente da AGIR, Sérgio Grossi, sobre a importância de preservar nossas bacias. “Hoje nós estamos unindo práticas diretas com educação ambiental, soltando milhares de peixes no Rio das Mortes e educando a população ribeirinha, através das escolas. A melhor forma de preservar e tratar o rio com respeito, sem lançar detritos sólidos para que possamos continuar aproveitando essa água no futuro”, deseja o diretor.

Atencioso em todos os passos dados pela Prefeitura de Barbacena, o secretário Chefe da Casa Civil, José Augusto Penna Naves, ressalta que comemora o resultado, pois após o crime ambiental, o Rio das Mortes está limpo. “O óleo que caiu no afluxo foi retirado e hoje Barbacena já está comemorando com as crianças. Agora, o que era Rio das Mortes é Rio das Vidas”, comentou José Augusto.

A pequena Letícia Aparecida Mateus da Silva, 9 anos, aluna da Escola Municipal Coronel José Máximo, expressa sua intenção de preservar o meio ambiente. “Eu acho que todos os animais devem viver na sua própria casa e estamos fazendo isso, colocando os peixes para nadarem juntos”, explicou Letícia.

Acompanhando todo o processo, o Soldado Neilton Almeida de Assis, Policial Militar do Meio Ambiente, afirmou que essa conscientização é importante para crianças e adultos, pois a preservação da fauna aquática tem como finalidade a reprodução e consequentemente a multiplicação deles. “Através do incidente do derramamento de óleo diesel, as pessoas tiveram mais cuidado com o rio e com os animais. E este ato de devolver os peixes é uma esperança que tudo melhore. E que os resultados sejam cada vez mais satisfatórios”, completou o soldado.


Busca de Notícias