Reunião planeja a retomada do Festival da Loucura
Diretorias reúnem para discutirem sobre evento em Barbacena


Discutir a volta de um dos eventos de maior destaque da cidade, Festival da Loucura, cuja última edição aconteceu em 2010. Este foi o tema principal da reunião feita com Agência de Desenvolvimento Integrado e Região (AGIR), Secretaria de Saúde Pública (SESAP), em conjunto com a Prefeitura de Barbacena. “Nós temos uma grande responsabilidade nesta conceituação inicial”, destaca Edson Brandão, vice-presidente e diretor de Cultura e Turismo da AGIR. “A nossa ideia é surpreender as pessoas', concluiu.

O presidente da AGIR, André Borgo, saiu otimista. 'A reunião foi muito produtiva. Sem dúvida, o festival tem que voltar a acontecer. É um tema triste - que não pode ser apagado - e rico. Nós temos que transformar isso em cultura, em história'. A coordenadora de Projetos da SESAP, Luciane Germano, também ficou satisfeita. 'A AGIR é nossa parceira. Nós tivemos muitas ideias em conjunto. É muito importante trabalhar a integração entre saúde a cultura'. Já o diretor de Integração Regional da AGIR, Fred Furtado, aponta o caminho para a construção de um festival mais amplo. 'É loucura que cria, loucura que cura. Esse é o viés para a gente trabalhar a loucura criativa, com uma palheta de possibilidades de futuro'.

Ainda não existe uma data definida para o evento. 'É um ano muito movimentado, com Copa do Mundo, eleições e os eventos programados pela AGIR', diz Edson Brandão. 'Temos a ideia de realizá-lo no final do ano, no máximo em novembro. Isso impede que mais um ano se passe sem o festival', termina.


Busca de Notícias