Barbacena recebe novos profissionais do Mais Médicos
A cidade já conta com mais profissionais da saúde atuando nas UBS's


 

   A Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesap), completou o quadro que compõe o Programa “Mais Médicos” na cidade. Os trabalhos já começaram com o objetivo de oferecer toda a estrutura para os cinco cubanos e um boliviano que chegaram nesta sexta-feira, dia 25. Os médicos vão cobrir as lacunas existentes dentro das Unidades Básicas de Saúde (UBS). Eles passaram por um treinamento, na cidade de Guarapari - Espírito Santo, e fizeram uma prova de português e outra que envolveu todas as especialidades básicas de medicina antes de chegar a Barbacena. “Antes de chegar à cidade, os médicos ficaram uma semana na capital mineira para conhecer o sistema de saúde do Estado e a região onde iam trabalhar. Eles ainda permaneceram estudando a situação da saúde no município”, conta a Subsecretária de Promoção e Ações de Saúde, Queila Cristina Pereira de Souza.

   O “Mais Médicos” é importante para a saúde no Brasil e para o município e por isso chamou a atenção do boliviano, formado em medicina em Cuba, Javier Ramos Muruchi. Ele explica que a oportunidade e a necessidade da troca de experiências entre os países da América Latina foi o que mais atraiu. “Estou muito contente de estar aqui no Brasil, porque o país está em acelerado desenvolvimento e pode ser considerado uma grande potência. Vamos conhecer a cultura brasileira e mostrar um pouco do nosso trabalho. Essa troca vai ser fundamental”, revela Javier.

   A cubana Diana Inês Alvarez veio com o marido, também médico, e pensa colocar em prática toda a sua experiência. “Estamos muito felizes por estar no Brasil e sentir que podemos contribuir para a melhora da saúde da população, no que diz respeito à adição, promoção e prevenção da saúde, não só em Cuba, mas também no Brasil”, fala contente a médica. E a subsecretária complementa que “a atenção básica de Cuba é muito voltada para as pessoas mais carentes, diferente do que acontece no Brasil, porque o SUS (Sistema Único de Saúde) é para todos. Por isso, acredito que eles se formam com uma visão diferenciada, com o intuito de ajudar a quem necessita” concluiu.

   Os médicos que compõe o quadro são:

   Javier Ramos Murich (Bolívia) – Unidade de Padre Brito;

   Indira Hernandez Delgado (Cuba) – Unidade Santa Efigênia;

   Diana Inês Alvarez (Cuba) – Unidade Vilela;

   Eudis Rafael Calzada Batista (Cuba) – Unidade Santa Cecília;

   David Dolia Calzedilla (Cuba) – Unidade Funcionários.   


Busca de Notícias