Presidente da AMM e Governador abrem 31° Congresso Mineiro de Municípios
Evento ainda contou com a entrega da Comenda do Mérito Municipalista


O prefeito de Barbacena, Toninho Andrada, Presidente da Associação Mineira de Municípios – AMM, ao lado do Governador Alberto Pinto Coelho, deu início nesta terça-feira, 06, ao 31º Congresso Mineiro de Municípios, um dos maiores eventos da AMM. Com o tema “Federação e o pacto das ruas”, o Congresso reúne até a quinta-feira, 08, no Expominas, em Belo Horizonte, gestores públicos, empresários e sociedade para promover o debate e a troca de ideias sobre temas relacionados às perspectivas da administração pública. O prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, e o deputado federal Bonifácio Andrada, além de outras autoridades, também participaram da abertura do Congresso.

Durante os três dias do evento, palestras e conferências com grandes nomes do cenário nacional vão possibilitar a ampliação do conhecimento e qualificação dos gestores. Sempre com temas de grande relevância sendo apresentados em palestras e oficinas, o evento é também uma excelente oportunidade para troca de experiências entre gestores e a própria feira que acontece em paralelo é uma importante fonte de ideias.

 O evento ainda contou com a entrega da Comenda do Mérito Municipalista. A condecoração, considerada o maior reconhecimento municipal do Estado, é concedida a entidades e personalidade que se destacam no trabalho de promoção do desenvolvimento dos municípios.  A entrega das medalhas foi conduzida pelo Governador Alberto Pinto Coelho e pelo presidente da AMM e prefeito de Barbacena, Toninho Andrada.

Este ano, foram agraciados o ex-presidente da AMM, Ângelo Roncalli, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, José Geraldo de Oliveira Prado, o secretário de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, Rômulo Ferraz, o senhor desembargador do TJMG, Luiz Carlos Gambogi, o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Oliveira Santiago Maciel, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, Joaquim Herculano Rodrigues e o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Carlos André Mariani.


Busca de Notícias