Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada
Ação será estendida até o cumprimento da meta, de forma a garantir a ampliação do número de pessoas protegidas


Barbacena aderiu à prorrogação da Campanha de Vacinação contra a Gripe. Por meio da Secretaria Municipal de Saúde, as crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores da área da saúde; povos indígenas; gestantes; puérperas (mulheres em até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais ainda podem se vacinar. É necessário que quem se encaixe em qualquer uma das situações citadas e ainda não foi imunizado procure uma das Unidades Básicas de Saúde de Barbacena para tomar a vacina.

A finalidade da prorrogação é ampliar o número de pessoas protegidas em todo o país até que a meta - de 80% do grupo prioritário para a imunização – seja cumprida. Esta parcela da população corresponde a 49,6 milhões de brasileiros.

Até dia 8, data prevista para o fim da campanha, mais de 21,3 milhões de brasileiros se vacinaram contra a doença, o que representa 53,6% da meta estabelecida. Em Minas, o percentual de vacinação, até o momento, é de 50,04%.

A vacina contra gripe é segura e evita o agravo da doença, internações e até mesmo óbitos por influenza. Estudos comprovam que a imunização pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Todas as pessoas que fazem em parte do grupo prioritário devem se dirigir aos postos de saúde com o cartão de vacinação. Quem tem alguma doença crônica deve apresentar também prescrição médica no ato da vacinação. Aqueles pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receber a vacina.

Também é importante lembrar que mesmo pessoas vacinadas devem procurar imediatamente o médico ao apresentarem os sintomas da gripe, especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações da doença.


Busca de Notícias