Expo 2014 exibe animais de alta categoria
Apoio da Prefeitura, em parceria com entidades do setor, foi fundamental para reafirmar que a cidade é polo de bons negócios e referência na agropecuária


A 47ª Exposição Agropecuária de Barbacena encerrou suas atividades no domingo, 18, e o sucesso da festa na parte técnica foi uma demonstração de sua força em Minas Gerais e em todo o Brasil. A Prefeitura realizou o evento, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e da Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena e Região – AGIR. Porém, na programação técnica, contou ainda com a pareceria do Sindicato Rural, dos Núcleos do Gado Holandês, do Gado Gersey, da Núcleo de Criadores de Caprinos e Ovinos das Regiões dos Campos das Vertentes e Zona da Mata e do Clube do Cavalo.

Neste ano, por determinação do prefeito Toninho Andrada, o evento ganhou uma dimensão especial, com a assinatura de novas parcerias com órgãos estaduais para ampliar suas estruturas de apoio aos produtores rurais da cidade e região. A Prefeitura repassou aos Núcleos e entidades parceiras cerca de R$ 150 mil para que pudessem realizar suas exposições, cabendo a cada uma R$ 30 mil, sendo que o Sindicato Rural recebeu R$ 35 mil para organização e elaboração do Concurso Leiteiro.

Com toda essa estrutura, envolvimento e apoio, o evento foi um verdadeiro show de qualidade animal, quando foram realizados grandes negócios, um belo torneio leiteiro e uma mega exposição de gado, cavalos, ovinos e caprinos. Um dos destaques foi a qualidade técnica dos animais, o que tornou os julgamentos mais difíceis para os juízes. Na maioria das categorias, a diferença de pontuação era mínima. Os animais que se sagraram campeões em Barbacena reúnem o melhor de suas raças e seguem para agora para concursos nacionais com grandes chances de vitória.

O prefeito Toninho Andrada, que tem investido pesado na reestruturação dos tradicionais eventos da cidade e atração de novos e grandes realizações, revela que este ano a programação técnica da Exposição foi surpreendente, pois os expositores trouxeram grandes animais para esta disputa. “Barbacena e região tem grandes proprietários que cuidam do seu rebanho. E podemos notar isso de perto. Lindas vacas, cabras de qualidade e cavalos de alto nível. A Exposição cumpriu seu papel de mostrar à população a qualidade do homem do campo”, disse.

“O concurso leiteiro das cabras, no galpão dos ovinos e caprinos, foi um sucesso. Animais de qualidade técnica e raças renomadas. O de gado holandês, já uma disputa tradicional, este ano foi ainda mais bonito, muito bom. Eu acho que é importante nós, barbacenenses, que temos essa bacia leiteira tão grande, prestigiarmos este tipo de evento e observar a essência dos nossos animais”, explicou o Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Getúlio Paes Feres.

Já o Presidente do Sindicato Rural de Barbacena, Renato Laguardia, disse que o Concurso Leiteiro é forte na região. “Quando nós começamos, contávamos com 26 animais e hoje temos cerca de 50. Mostramos a força do homem do campo. É um motivo de congraçamento dos produtores e mostrar os seus animais, uma vitrine para que amanhã os produtores de fora procurem os nossos criadores para a realização de grandes negócios. A Prefeitura está de parabéns pelo apoio e organização do evento.”, afirma Renato.

Segundo o presidente do Núcleo de Criadores de Caprinos e Ovinos das Regiões dos Campos das Vertentes e Zona da Mata, Luciano Leme,além das cabras, os criadores trouxeram ovelhas de 5 regiões do estado, a ideia é incentivar a criação de ovelhas na zona da mata e vertentes, já que elas representam uma excelente oportunidade para o pequeno produtor. “A atividade está em crescimento no estado, e que os criadores veem através dessa oportunidade uma renda extra diferente de outras atividades já tradicionais no estado, destaca”

O presidente do Núcleo do Gado Holandês, Gerson Rodergheri, também não escondeu a sua satisfação diante da qualidade técnica do evento. “Temos no Parque cerca de 120 animais da raça e fui surpreendido pela qualidade dos animais. O núcleo está bem representado na Exposição. Gostei muito da qualidade técnica dos animais”.

Exposição do Cavalo Campolina: Movimentou o parque durante todos os dias com belos animais vindos de haras de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Recife, reunindo cerca de 120 criadores. O leilão também foi surpreendente e gerou excelentes resultados de negócios para os criadores.

Exposição do Gado Holandês: Só em pista para julgamento, foram 60 animais, divididos em dez categorias, numa disputa acirrada que mostrou a força do gado holandês. A Exposição reuniu animais de Antônio Carlos, Carandaí, Miraí, Juiz de Fora e Santo Dumont, além de Barbacena.

Exposição do Gado Jersey: Com um total de 110 animais, a Exposição este ano teve o julgamento realizado pelo juiz colombiano Maurício Reis, que destacou no final de seu trabalho que em 35 anos de profissão, a Exposição do gado Jersey de Barbacena foi uma das que mais lhe deu trabalho para julgar, devido ao alto nível técnico dos animais.  Presença de 12 criadores de fazendas de Barbacena, Itajubá, Vitória (ES), Belo Horizonte e Carrancas.

 Exposição de Ovinos e Caprinos: Este ano contou com a participação da maioria dos criados da área que envolve o Núcleo de Criadores de Caprinos e Ovinos das Vertentes e Zona da Mata. Os animais eram das raças Dorper, White Dorper, Ile de France, Suffolk, Texel e Santa Inês. Um dos destaques foi o Torneiro Leiteiro de Cabras, que nesta edição teve o dobro de animais na disputa em relação ao ano passado. A Cabra vencedora foi Darling, da Capril RDR, da cidade de Barão de Monte Alto, com uma média de produção de leite de 7,600 kg. 

Torneio Leiteiro: Mais um ano movimentado para os produtores de várias cidades da região. Na disputa, 48 animais. Ao todo foram nove ordenhas nas seguintes categorias: Novilhas de 2 dentes (categoria livre), Novilhas de 4 dentes (categoria livre), Vacas com média até 35,000kg, Vacas com média entre 35,001 kg até 45,000 kg, Vacas acima de 45,001kg (categoria livre) e Vaca Registrada (com apresentação do xerox do registro). Os vencedores receberam troféu e premiação em dinheiro. Houve também a premiação do Troféu Rotativo, aquele em que produtor que tiver seu animal vencedor três anos consecutivos ou 5 cinco alternados leva o Troféu para casa.


Busca de Notícias