73% dos visitantes aprovaram nova organização do Jubileu de São José
Pesquisa contratada pela CDL revelou elevado índice de aprovação das medidas tomadas pela Prefeitura na organização da festa religiosa


Para medir o grau de satisfação do público visitante no 50º Jubileu de São José Operário, a Câmara de Diretores Lojistas de Barbacena – CDL contratou pesquisa de opinião pública que foi realizada entre os dias 21 de abril e 1º de maio. O objetivo era avaliar como a população estava absorvendo as mudanças promovidas pela Prefeitura Municipal na organização da festa.  O trabalho de pesquisa foi realizado pela empresa Pró-Gestão Consultores Associados, de Barbacena, e atingiu um universo de 700 entrevistas.

O resultado revelou um alto grau de aprovação das medidas adotadas, que tiveram foco na facilitação de trânsito de veículos e tráfego de pessoas, segurança pública, segurança alimentar e padronização das barracas de vendas de alimentos e produtos. Foi apurado que 90% dos entrevistados já haviam freqüentado a festa em anos anteriores, o que deu mais qualidade à pesquisa, porque eles puderam fazer comparações com os anos anteriores.

Com relação à organização da festa, 73% aprovaram a nova organização, sendo 46% de bom e 27% de ótimo. Apenas 27% discordaram. Já o espaço para a circulação de pessoas teve a aprovação de 84%, sendo 45% de ótimo e 39% de bom.

De acordo com a pesquisa, a divulgação da festa religiosa teve aprovação de 64% dos entrevistados, com 36% consideraram que ela poderia ser melhor.  O sistema de segurança do evento teve a aprovação de 80% dos entrevistados, sendo 52%  de bom e 28% de ótimo. Com relação ao fluxo de veículos, 64% disseram aprovar o acesso ao evento.

A pesquisa revelou, ainda, que 82% aprovaram as novas estruturas e disposição das barracas, e que 77% aprovaram a diversidade dos produtos oferecidos. Os serviços prestados pelos barraqueiros teve avaliação bem alta: 95% dos entrevistados aprovaram a atuação e o trabalho dos barraqueiros durante a festa.

Outra informação importante revelada pela pesquisa foi quanto ao índice de consumo: 80% dos entrevistados disseram que consumiram ou compraram algo no Jubileu. Ainda com referência às questões ligadas a consumo, 73% disseram que gastariam até R$ 100,00. Um universo de 9% estava disposto a gastar entre R$ 101,00 e R$ 200,00 e 3% entre R$ 201,00 e R$ 300,00. Somente 3% estavam dispostos a gastar mais de R$ 301,00. Pelo menos 92% dos entrevistados disseram que desejam retornar à festa em 2015.

O Presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento – AGIR, André Borgo, considerou a pesquisa “muito valiosa, porque ela retrata o que pensa a população sobre a atuação do órgão que ficou responsável pela organização do evento e implementação das novas medidas”. O Diretor de Fomento Econômico da AGIR, Felipe Alvim, disse que a pesquisa “é um bom termômetro para que possamos medir a satisfação da população com as medidas tomadas, e o resultado foi positivo”. Para ele, “a população aprovou as alterações e entendeu que elas visavam melhorar a qualidade da fsta e ofertar mais segurança e conforto às pessoas”.


Busca de Notícias