Encontro discute importância do queijo na região de Barbacena
Produção do alimento está presente na cidade desde o início da ocupação da Borda do Campo


O queijo na região de Barbacena será tema de um 'Encontro com a História', hoje, 27. O evento é realizado pela Associação Cultural do Arquivo Histórico Municipal Professor Altair José Savassi (ACAHMPAS) e a Sociedade de Cultura Musical de Barbacena, com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena e Região – AGIR.

A discussão será feita por Edna Maria Resende, Doutora em História pela UFMG e coordenadora do Arquivo Histórico Municipal, Sheldon Augusto Soares de Carvalho, Doutorando em História pela UFF, e Consuelo Fontana, produtora de queijo minas artesanal. O evento é aberto ao público e começa às 19h30, no 2º andar da Casa da Cultura.

Histórico - As atividades agropastoris e a produção de queijo estão presentes desde o início da ocupação da região da Borda do Campo, no século 18. O alimento sempre fez parte da dieta dos habitantes e foi um importante produto comercializado na região mineradora e, mais tarde, no século 19, na Corte do Rio de Janeiro. 'Discutir e resgatar essa história é muito importante. Essa identidade da cidade com o queijo ainda é grande', afirma Edna Maria Resende. 'Barbacena, além de Cidade das Rosas, também pode ser vista como Cidade dos Queijos.'


Busca de Notícias