Escolas municipais são premiadas na Feira Científica do Instituto Federal
Fecib reuniu trabalhos de alunos das redes municipal, estadual, particular e técnico


Cinco escolas da rede municipal de Barbacena participaram da III Feira Científica de Barbacena (Fecib) realizada entre os dias 9 e 11 de junho pelo Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IF-Barbacena). O objetivo da Feira é promover o intercâmbio das escolas com a apresentação de trabalhos técnicos, científicos e culturais das instituições educacionais do município. A mostra é constituída de até 60 trabalhos de relevância técnico-científica, social e cultural, elaborados e desenvolvidos por professores e alunos da educação básica das redes municipal, estadual, particular e cursos técnicos, para alunos dos níveis de ensinos fundamental, médio ou técnico, em três categorias: construtivo, didático e investigativo. Das escolas municipais, três se destacaram, com dois primeiros lugares e uma terceira colocação.

Os trabalhos da categoria construtivo são referentes à iniciativa de construir algo com uma dimensão de inventividade, seja na função, na forma ou no processo, seja na proposição de soluções alternativas e de materiais alternativos para o funcionamento de certos objetos, máquinas, mecanismos ou sistemas. No campo didático, estão os trabalhos voltados para explicar, ilustrar, aplicar, demonstrar ou revelar os princípios científicos de assuntos e temas diversos. Já os investigativos são voltados para a pesquisa em torno de problemas e situações do mundo científico, tecnológico ou do cotidiano, visando a maior compreensão acerca dos mesmos e a indicação de possíveis soluções.

Escolas Municipais Premiadas

Categoria Construtivo: a Escola Municipal Professora Yayá Moreira conquistou o 1º lugar, com o projeto “Método alternativo para o aquecimento da água pela energia solar”. O objetivo é mostrar o funcionamento prático de um sistema alternativo de aquecimento de água para uso diverso, a partir da energia solar, utilizando material de baixo custo e montagem simples. O projeto foi desenvolvido pelos alunos Amanda Aparecida Cordeiro Lúcio, Paola Sílvia de Araújo, Sabrina Aparecida de Andrade, Wallace Batista Alves, e pelos professores orientadores Sérgio Júnior da Silva e Clayton Miranda de Araújo.

Categoria Investigativo: a Escola Municipal Crispim de Paula Nésio ficou em 1º lugar, com o projeto “Costas da Mantiqueira - Uma aproximação”. O objetivo é caracterizar, a partir de informações histórico-culturais, o distrito Costas da Mantiqueira, buscando juntamente com a Administração Pública soluções para o destino do lixo e da poluição do Rio das Mortes, que banha o referido distrito. Conscientizar a população por meio de palestras, panfletos da necessidade de preservar o meio ambiente local e o uso obrigatório dos equipamentos de proteção individual durante a aplicação dos pesticidas. O projeto foi desenvolvido pelos alunos Stephanya Luiza, Lucas Ferreira, Débora Fernanda e Nataly Maria, e pelas professoras orientadoras Vânia Regina e Daiany Darlley.

Categoria Didático: a Escola Municipal José Felipe Sad garantiu o terceiro lugar com o projeto “Descobrindo tintas, encontrando artistas”. O objetivo era levantar informações que possibilitem a discussão do tema, promovendo mudanças de atitude relacionadas a arte e cultura, tendo como foco artistas da cidade, para com eles aprender técnicas de manejo e mistura de tintas, despertando a capacidade de criação nos alunos que colocarão em prática a sua sensibilidade artística nas aulas programadas pelo currículo escolar. A metodologia foi desenvolvida através da conscientização dos alunos, mostrando o desenvolvimento da arte e contando sobre as histórias dos artistas: Emeric Marcier e Paulo Roberto Matos (Paulão) e as técnicas de como trabalhar as misturas de tintas. O projeto foi desenvolvido pelos alunos do ensino fundamental, teve a participação especial dos alunos do maternal, da educação infantil e das artistas plásticas, Cecília Oliveira e Elma Coelho. As orientadoras do projeto foram as professoras Telma Regina de Oliveira e Vivian de Fátima Capellupi Martins Gualberto.


Busca de Notícias