Município realiza mais de mil ‘Testes do Pezinho’ em 2013
Em Barbacena, a rede municipal de saúde realizou 1.255 testes do pezinho, uma média de 104 por mês


No dia 6 de junho comemorou-se o Dia Nacional do ‘Teste do Pezinho’. Também conhecido como triagem neonatal, o exame permite detectar, logo após o nascimento, doenças graves que podem afetar a saúde dos bebês, como a fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, doença falciforme e outras hemoglobinopatias, fibrose cística, deficiência de biotinidase e hiperplasia adrenal congênita.

O teste consiste na coleta do sangue retirado do calcanhar do recém-nascido e levado para análise. Em Barbacena, no ano de 2013, a rede municipal de saúde realizou 1.255 testes do pezinho, uma média de 104 por mês. A coleta para a realização da triagem neonatal acontece nas unidades básicas de saúde do Centro, Vilela, Santa Efigênia e dos distritos de Correia de Almeida e Senhora das Dores. É realizado gratuitamente.

O teste deve ser realizado entre o quinto ao sétimo dia e vida. São colhidas cinco amostras do sangue do bebê; o material colhido é encaminhado para análise no Núcleo de Ação e Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais. Caso seja detectada alguma doença, o tratamento rápido pode evitar sequelas, como o retardo mental e outros problemas graves. Nesses casos, a criança tem total apanhamento.

As ações de triagem neonatal se constituem pela realização de testes, diagnósticos, busca ativa de crianças diagnosticadas, encaminhamento para tratamento e acompanhamento periódico dos casos detectados. Segundo Ana Lúcia P. Santos, coordenadora da Unidade de Saúde do Centro e responsável pelo acompanhamento dos exames no município, o teste do pezinho é de grande importância para a saúde do recém-nascido.  “Garante o acesso dos bebês às ações integrais, com foco na prevenção da doença e promoção da saúde, com tratamento e acompanhamento permanente das pessoas com doenças previstas”, explicou.

Minas: Entre 1993 e maio de 2014, mais de cinco milhões de bebês passaram pelo exame. No período de janeiro a dezembro de 2013, foram triadas 231.710 crianças, em 2.410 postos de coleta distribuídos em todos os municípios do nosso estado.


Busca de Notícias