Servidores do SAS prestam homenagem ao Prefeito
A autarquia está preparada para iniciar diversas obras há anos reclamadas pela população


Na tarde de quinta-feira, dia 21, o Prefeito Toninho Andrada recebeu homenagem dos servidores do Serviço de Água e Saneamento - SAS em encontro nas dependências da autarquia municipal com a presença de 200 pessoas. Em nome do órgão, o Diretor Geral Luiz Álvaro fez ampla explanação da evolução administrativa do SAS durante a atual gestão, relatando que a dívida herdada de R$ 3 milhões está sanada, e que todos os pagamentos a fornecedores e prestadores de serviços estão rigorosamente em dia. Ele ainda discorreu sobre as alterações administrativas, destacando que todas as chefias são ocupadas por servidores de carreira. Luiz Álvaro também explicou os investimentos feitos em equipamentos, veículos e tratores, de cerca de R$ 1,5 milhão no período, e disse que em breve todos os servidores estarão uniformizados. Ao final, o Diretor Geral do SAS concluiu afirmando que a autarquia está preparada para iniciar diversas obras há muitos anos reclamadas pela população. Em nome dos servidores, ele agradeceu o apoio e o estímulo do Prefeito Toninho Andrada no processo de recuperação do órgão, entregando placa de homenagem de reconhecimento pelo trabalho realizado.

Em agradecimento, o Prefeito Toninho Andrada disse que sempre acreditou na capacidade de recuperação do SAS, e revelou que seu governo trabalha tendo como tripé “prioridade, planejamento e recursos humanos”, e que esta meta está dando bons resultados.

O avanço da autarquia é de grande importância para Barbacena e seus resultados refletem no desenvolvimento: Quitação de uma dívida de R$ 3 milhões; reestruturação do quadro funcional com a criação de 220 funções gratificadas sendo assumidas por funcionários efetivos; aquisição de uma frota de veículos (2 caminhões-pipas, 2 caminhões carroceria, 1 retroescavadeira, 10 motos, 2 saveiros) - um investimento de R$ 1,5 milhão; aquisição de 60 computadores; aquisição de duas moto bombas para captação de água no Rio das Mortes, num investimento de R$ 120 mil; reestruturação na parte física, mobiliário e outros equipamentos; triplicação do valor do ticket de alimentação. 


Busca de Notícias