Uma caminhada voltada para a prevenção
O evento contou com a participação de mais de 200 pessoas e muitas delas de instituições, da área de saúde e do setor público


A detecção precoce do câncer pode mudar a vida daquele que é diagnosticado com a doença. Foi com a finalidade de chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama que aconteceu no centro da cidade, na manhã da última terça-feira, dia 30, a caminhada do ‘Outubro Rosa’. O evento contou com a participação de mais de 200 pessoas e muitas delas de instituições, da área de saúde e do setor público. À frente da ação a Prefeitura Municipal, através da secretaria de Saúde Pública e da Secretaria do Sistema de Integração Governamental para a Promoção Humana (Siga).

Na avaliação de Ângela Kilson, secretária do Sistema de Integração Governamental para a Promoção Humana - Siga, evento como a passeata foi realizado no intuito de conscientizar as pessoas de que é fundamental prevenir, fazer os exames preventivos. “O câncer é uma doença que está afetando a vida de muitas pessoas, nas mais diversas idades. A Prefeitura Municipal procura a todo momento levar informação para os moradores numa verdadeira ação preventiva”, destacou.

Para Rosangela Sueli Ribeiro, presidente da Associação de Apoio ao Paciente Portador de Câncer e seus Familiares, ir para as ruas chamar atenção da população é uma atividade de extrema importância. “A prevenção nos dias atuais é o melhor remédio. A caminhada acaba se transformando em um momento para as pessoas poderem também esclarecerem dúvidas em relação ao câncer”, disse.

Em Barbacena as atividades continuam no dia 16 com uma palestra no auditório da Faculdade de Medicina, às 19h, com a mastologista Dr. Estela Laporati. Já no dia 18, será realizada uma ação social na praça dos Andradas com diversos serviços à disposição dos moradores. O “Outubro Rosa” começou em 1990, na primeira “Corrida pela Cura”, realizada em Nova York, e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Atualmente, o movimento é realizado em vários lugares.  


Busca de Notícias