Prefeitura constrói barragem no Rio das Mortes para buscar evitar falta de água em Barbacena
SAS age com rapidez para impedir que barbacenenses sofram com a falta de água que vem afetando grande parte dos municípios do país


Nos últimos meses, devido à falta de chuva, o nível do Rio das Mortes, principal fonte de captação de água de Barbacena, está cada vez mais abaixo do nível. Para evitar que a cidade passe por um racionamento de água, se antecipando aos acontecimentos, a Prefeitura Municipal, através do Serviço de Água e Esgoto (SAS) construiu uma barragem no local onde se realiza a captação bruta de água que abastece 80% da cidade. A barragem tem mais de 20 metros de extensão e com isso manterá o fluxo água em níveis que possibilitam a captação. Segundo Luís Álvaro Abrantes Campos, diretor do SAS, o serviço foi realizado atendendo solicitação do prefeito Toninho Andrada que, que diante da falta de chuvas, determinou ao SAS que desenvolvesse medidas preventivas para evitar que a cidade sofresse com racionamento de água, conforme vem ocorrendo em muitos municípios brasileiros.

“No local existia uma contenção de pedra, o que não funcionava. “Agora temos uma barragem feita de concreto, com comportas e toda desenvolvida dentro das normas legais exigidas pelos órgãos ambientais”, diz Luís Álvaro. Todo o investimento é fruto de recursos do próprio SAS e a obras estão sendo executadas por servidores da instituição. Ainda de acordo o diretor, “com a construção da barragem, a cidade descarta qualquer hipótese de um racionamento mais agravante no abastecimento de água”. Ele informou ainda que uma outra barragem, com o mesmo objetivo, será construída no córrego do Galego, na BR-040, e que corresponde a fonte de captação de água para o abastecimento de 20% da cidade.

Apesar do sucesso da medida encontrada pelo SAS, a Autarquia recomenda que a população não despedisse água, como é uma orientação constante das entidades ambientais e dos órgãos responsáveis pela distribuição de água à população.

Juiz de Fora faz rodízio de abastecimento

Em Juiz de Fora a Prefeitura Municipal anunciou esta semana que a cidade fará rodízio de abastecimento de água. A medida teve início nesta sexta-feira, dia 17, quando o fornecimento será interrompido das 8h às 18h em várias regiões da cidade. Segundo a Companhia de Saneamento Municipal - Cesama, de Juiz de Fora, a medida é consequência da falta de chuva, a qual foi registrada pela última vez na cidade em volume considerável no dia 16 de junho. Este é considerado o maior período de estiagem dos últimos dez anos na cidade. O nível da represa chegou a 1%, segundo levantamento recente da Cesama.Já a represa de João Penido está com menos de 30% da capacidade.


Busca de Notícias