Alunos são premiados em concurso de redação sobre o Rio das Mortes
A entrega dos prêmios foi feita pela Prefeitura nas escolas


 A Prefeitura, por meio da Sala Verde, da Diretoria de Meio Ambiente da AGIR, premiou nesta quarta-feira, 22, os vencedores do concurso de redação que aconteceu durante as comemorações da Semana do Meio Ambiente em Barbacena. Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio de mais de 20 escolas participaram da iniciativa, que teve como tema 'O que fazer para reviver o Rio das Mortes?'. Destas escolas, apenas uma redação de cada ano foi selecionada e premiada com um tablet – uma cortesia do Posto Belvedere, que se destaca como um dos primeiros postos de gasolina tanto de Minas quanto do Brasil a tratar e reutilizar a água.

A entrega dos tablets foi feita nas próprias escolas e contou com a presença, além de estudantes, familiares, professores e membros da comunidade escolar, do presidente da AGIR, André Borgo, do Diretor de Meio Ambiente da AGIR, Sérgio Grossi, da Chefe da Divisão de Educação Ambiental da Diretoria de Meio Ambiente, Rafaela Cerqueira, e do membro da Academia Barbacenense de Letras e responsável pela seleção das redações, Sérgio Ayres. Ele ressaltou o critério para a escolha dos trabalhos. “Além de observar as propostas para o meio ambiente, se atendia ao tema, foi observada a redação em si, como o desenvolvimento da ideia, o modo de escrever, pausar e pontuar. Fiquei muito satisfeito com os textos”.

Do 6º ano do Ensino Fundamental, foi selecionada a redação da aluna Luana da Silva Cantarino, da Escola Municipal São Sebastião, que fica na localidade do Campestre II, sob direção de Maria Edith Quintão. A Subsecretária de Assuntos Pedagógicos da Secretaria de Educação (SEDUC), Noely Nunes, que também participou da premiação, destacou o trabalho em prol da rede municipal de ensino: “Nós temos o objetivo de fortalecer e dar autonomia para que o aluno busque as próprias soluções através dos conteúdos. As escolas já trabalham em cima de projetos, criados muitas vezes pelo próprio aluno. Tudo isso tem dado resultado.”

Do 3º ano do Ensino Médio, a premiada foi Joice Luiza Silva Viol, da Escola Estadual Gabriela Ribeiro Andrada, que fica na Colônia Rodrigo Silva. Segundo o diretor da escola, José Alberto Feres, “este prêmio faz com que os alunos queiram mais, participem mais. E os nossos alunos são assim: eles gostam de escrever e nós desenvolvemos projetos para que sejam incentivados a expor suas ideias”.

O Diretor de Meio Ambiente da AGIR, Sérgio Grossi, observou o envolvimento de todas as escolas que participaram do concurso, alimentando as discussões para a preservação do Rio das Mortes. 'A educação é a base para o desenvolvimento sustentável do país. Estas pequenas ações têm um significado ainda maior para estes jovens estudantes, que estão sendo conscientizados para aplicar essa formação ecologicamente correta.”

O Presidente da AGIR, André Borgo, falou aos alunos das duas escolas e também ressaltou a importância da conscientização ambiental: “A semente começou a ser plantada e é fundamental criar um vínculo com o meio ambiente na vida destes futuros cidadãos. A falta de água já é uma realidade e são eles que podem fazer a diferença. Temos que valorizar a juventude para transformar o nosso futuro.”

Sobre o concurso – A primeira etapa do concurso de redação aconteceu de maio a junho na cidade. Cada escola selecionou a melhor redação para ser certificada durante o Seminário Regional do Rio das Mortes, evento realizado durante a Semana do Meio Ambiente, que integrou cinco cidades do Campo das Vertentes. A entrega dos certificados aconteceu no dia 6 de junho, no encerramento do evento em Barbacena.  


Busca de Notícias