Consultório na Rua atende pessoas em situação de risco
Além de dar os primeiros atendimentos, tem como principal objetivo ampliar o acesso e promover a integração da população de rua à rede de atenção à saúde


Em atividade desde março deste ano, o Consultório na Rua compõe e complementa a atenção básica para a população em situação de risco como moradores de rua, migrantes e no enfrentamento ao álcool e drogas. Além de dar os primeiros atendimentos ali mesmo onde a pessoa se localiza, tem como principal objetivo ampliar o acesso e promover a integração da população de rua à rede de atenção à saúde, ofertando de maneira mais oportuna, com equipes composta por profissionais de saúde com capacidade e responsabilidade exclusiva de articular, promover e prestar atenção às pessoas em situação de rua. O Consultório na Rua é composto por enfermeiro, psicólogo, dentista e três técnicos de enfermagem. Um Programa do Governo Federal desenvolvido em Barbacena através da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Os profissionais realizam suas atividades de forma itinerante, em um veículo apropriado para este atendimento, ou seja, vai ao local onde este público se situa. Desenvolve ações compartilhadas e integradas com as Unidades Básicas de Saúde e demais equipes de atenção básica do município como o Núcleo de Atenção à Saúde da Família (NASF) e Saúde Bucal. Quando necessário, também com as equipes dos Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), dos serviços de urgência e emergência, dos serviços e instituições componentes do Sistema Único de Assistência Social, entre outras instituições públicas e da sociedade civil. O horário de funcionamento é adequado à população de rua e pode ocorrer em período diurno ou noturno, em qualquer dia da semana, de acordo com a ação necessária para a atenção, defesa e proteção às pessoas em situação de risco pessoal e social.

Segundo Abigail Grossi, psicóloga/referência técnica do Consultório na Rua de Barbacena, de março até outubro já foram realizados mais de 800 procedimentos além das várias ações sociais de mobilização do público atendido. O Consultório na Rua está pautado pela portaria federal n° 2.488, de 21 de outubro de 2012, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica. Suas diretrizes de organização e funcionamento definido pela portaria número 122, de 25 de janeiro de 2012.


Busca de Notícias