Movimento “Novembro Azul” é lançado em Barbacena
Campanha sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata


Movimento de conscientização dirigido a sociedade e aos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças masculinas, a campanha “Novembro Azul” foi lançada nesta quinta-feira, dia 13, em Barbacena. O evento aconteceu no auditório da Faculdade de Medicina e contou com a palestra “Saúde do Homem”, ministrada pelo médico urologista Paulo José Gonçalvez de Souza. Também participaram do evento o vice-prefeito Mário Raimundo de Melo, representando o prefeito Toninho Andrada, e o secretário municipal de Saúde, José Orleans.

O “Novembro Azul” surgiu na Austrália, em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado a 17 de novembro. O câncer de próstata afeta, principalmente, homens a partir de 50 anos, homens negros e homens com histórico da doença na família. Se for detectada no início, a doença tem maiores chances de cura.

O vice-prefeito Mário Raimundo de Melo lembrou a campanha destinada as mulheres, realizada em outubro, para mostrar a importância do “Novembro Azul”. “É uma campanha muito interessante, que vem seguida do 'Outubro Rosa'. Hoje a mulher busca muito mais a prevenção que o homem. Então, esta campanha do 'Novembro Azul' faz com que o grupo masculino da população passe a cuidar melhor da saúde e assim tenha uma vida mais saudável”.

Responsável pela palestra de lançamento da campanha em Barbacena, o urologista Paulo José Gonçalvez de Souza destacou a união de seguimentos da área da saúde para a realização da campanha. “O 'Novembro Azul' é muito interessante, porque é baseado na saúde do homem, que de um modo geral não tem a cultura da prevenção. Então as Sociedades de Urologia, Cardiologia, Pneumologia, junto com o Ministério da Saúde, fizeram um trabalho de campanha em relação à prevenção. Com estas campanhas, conseguem dois pontos fundamentais: medicina preventiva e diagnóstico precoce. É assim que consegue fazer com que haja cura”.

O secretário municipal de Saúde, José Orleans, falou da resistência do homem em cuidar da própria saúde. “Há uma grande diferença entre a saúde do homem e da mulher, em termos de serviços disponíveis. As mulheres procuram muito mais os serviços, pois tem mais consciência do seu corpo, do seu organismo, já o homem é mais reservado. Então é importante que se faça divulgação, campanhas, eventos na cidade toda, na área rural, para que os homens entendam que é preciso cuidar da saúde. O homem precisa entender que ele é importante para sua família, para seus filhos, para suas esposas, para o país como um todo. Então, este mês de novembro é para dizer: cuide de você mesmo, cuide de sua saúde”.

Ainda com relação ao câncer de próstata, em sua fase inicial, a doença não apresenta sintomas, porém, na fase avançada, podem aparecer sintomas, como urinar com frequência e pouco de cada vez, dificuldade para urinar, dor ou sensação de ardor ao urinar, presença de sangue na urina ou no sêmen e dores nos ossos.


Busca de Notícias