Centro de Reabilitação de Concessão de Órtese e Prótese é referência para a microrregião
Atualmente, o setor localiza-se dentro do Centro de Especialidades Médicas, situado no bairro Vilela e está aberto das 7h às 17h


O Centro de Reabilitação de Concessão de Órtese e Prótese, da Secretaria Municipal de Saúde se transformou em uma referência para os quinze municípios que integram a microrregião no que se refere aos programas de saúde auditiva, reabilitação física, saúde visual, oxigenação de terapia domiciliar e ao Serviço de Atenção à Pessoa Ostomizada. Atualmente, o setor localiza-se dentro do Centro de Especialidades Médicas, situado no bairro Vilela e está aberto das 7h às 17h. A maioria das pessoas que procura o Centro de Reabilitação chega através de um encaminhamento médico e outras de maneira espontaneamente. Quando buscam o servido de órtese, é realizado um cadastro e depois o caso é encaminhado para os médicos dos programas para que seja realizada uma avaliação com a finalidade de verificar se de fato a pessoa está precisando realmente do que solicita. Até outubro deste ano, foram mais de 150 novos casos.

Na parte dos serviços auditivos é ofertado aparelhos de amplificação sonora individual e implantes coclear e por mês são entregues cerca de 26 aparelhos além de todo um atendimento com um especialista que acontece em uma clínica conveniada. Dentro do que se refere ao programa de órtese é possível conseguir coletes, botas, bengalas e cadeira de rodas simples; já no serviço de prótese tem à disposição dos que necessitarem: pernas mecânicas e material para os membros superiores e inferiores. Segundo Maria Auxiliadora Ribeiro, gerente do Centro de Reabilitação, aumentou muito o número de prótese para pessoas mais jovens que são vítimas de acidentes de moto.

Já na parte da saúde visual além de todo um atendimento de acompanhamento, quando é constado que a pessoa precisa de usar algum aparelho, através do programa ela consegue prótese ocular, bengala antenada ou óculos. Os pacientes que precisam fazer a oxigenoterapia, que é realizada em casa, é fornecido para ela o oxigênio através de uma empresa contratada para tal finalidade. Em relação ao Serviço de Atenção à Pessoa Ostomizada atualmente são 75 pacientes cadastrados e que recebem os materiais necessários além de serem envolvidos em diversas atividades que têm como finalidade elevar sua autoestima.

“É importante frisar que há um acompanhamento de todos os beneficiados pelo Centro de Reabilitação e que as consultas com os profissionais especialistas são realizados pelo próprio Centro, o que acelera muito o processo e isso é extremamente importante para sua recuperação ou reabilitação”, destacou Maria Auxiliadora. Segundo ela, todos os materiais que são ofertados aos pacientes são enviados pela Secretaria de Estado da Saúde em mais uma grande parceria da Prefeitura, través da Secretaria Municipal de Saúde. 


Busca de Notícias