Hotel Ramada Encore já tem alvará para início das obras
O Hotel integra o complexo do Shopping Regional, que também já teve o alvará definitivo concedido


A Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Obras Públicas, aprovou o projeto para a construção do novo Hotel Ramada Encore, com a liberação do alvará definitivo. O Hotel integra o complexo do Shopping Regional, que também já teve o alvará definitivo concedido. A construção do Hotel tem investimentos previstos na ordem de R$20 milhões, gerando cerca de 150 empregos durante a obra e 50 quando entrar em funcionamento. O novo Hotel contará com 120 quartos e completa infraestrutura para eventos empresariais e entretenimento.

O Hotel Ramada Encore faz parte do conglomerado empresarial do Shopping Regional Parque Barbacena, sendo uma das vertentes de suporte para o sucesso do empreendimento, oferecendo a estrutura necessária para o desenvolvimento turístico regional.

Para Bruno Magalhães, diretor da Construtora Terrazzas, empresa responsável pela construção do hotel, a obra será realizada na cidade porque “o grupo identificou em Barbacena um grande potencial econômico e turístico a ser desenvolvido, além de estar ancorado ao Shopping Regional, integrando e valorizando todo o complexo”. Ele também destacou a eficiência da parceria com o governo municipal através da Agência de Desenvolvimento - AGIR, que “atuou como órgão facilitador para a viabilização do empreendimento”.

O prefeito Toninho Andrada considera a entrega do alvará definitivo como um passo concreto na direção da viabilização dos investimentos em um curto prazo de tempo, “oferecendo todas as condições para o desenvolvimento de nosso potencial turístico, gerando novas oportunidades e expansão de nossa economia”. Ele disse, ainda, que com um segundo grupo de hotelaria de rede internacional, Barbacena se consolida como polo para investimentos, e demonstra que os nossos esforços para resgatar o potencial econômico da cidade estão dando resultados”. A Construtora Terrazzas e o Grupo Capanema Gouvêa esperam iniciar as obras em prazo de 60 a 90 dias, com investimentos globais de R$ 150 milhões. 


Busca de Notícias