Cães auxiliando no trabalho da Guarda Municipal
Quatro animais no canil da Corporação estão em treinamento constante


Atuar no auxílio e proteção do cidadão e dos bens públicos. Assim atua a Guarda Municipal, que em Barbacena foi criada por iniciativa do prefeito Toninho Andrada, no seu primeiro mandato à frente do Executivo, através da lei nº 3152, em 12 de abril de 1995. E no desempenho do trabalho, a Guarda de Barbacena ganhou, em 2013, o reforço de um canil, com quatro cães. Ao longo do ano passado, os animais passaram a fazer parte do cotidiano da Corporação, com destaque para o cão Zumbi, atração em vários eventos da Prefeitura.

E a implantação do canil pela Guarda Municipal de Barbacena passou por um trabalho minucioso, que contou cursos de instrutores renomados em todo País, busca por animais com estudo de genética e vindos de canis também reconhecidos nacionalmente, além de parcerias com outros órgãos de segurança, inclusive a Polícia Militar.

Responsável pelo canil da Corporação, o guarda municipal Otaviano explicou o processo de integração do canil a Guarda. “Primeiramente nós tivemos que buscar o conhecimento com pessoas que já trabalhavam na área, para podermos escolher cães com aptidão para o nosso trabalho. Nós fomos fazer um curso de comportamento e obediência com um treinador conceituado, chamado Afonso, que é o treinador oficial do Canil Boiadeiro das cidades de Pedro Leopoldo e Ervália. Depois fizemos outros cursos aqui na Guarda com outra pessoa qualificada, que é o Senhor Pedro Marciano, dono de um canil na cidade de Ouro Branco, sendo o primeiro curso de obediência e proteção e o segundo curso de faro, que nos deu condições de trabalhar um cão para encontrar drogas e explosivos”.

O processo de escolha dos animais também foi explicado pelo GM Otaviano. “Para o trabalho policial nós valorizamos algumas situações. Primeiro é o instinto de caça, que é importantíssimo para o nosso trabalho, depois a gente vê se este cão é seguro, que é um animal que vai se comportar em várias situações como se estivesse no lugar onde ele mora, em seguida vamos ver se ele é um cão sociável, porque ele vai estar em vários lugares, entre várias pessoas e em diversas situações, e outra característica muito importante é a identificação com o cão”.

O comandante da Guarda Municipal de Barbacena, capitão Adilson Domingos, também falou do trabalho desenvolvido com apoio dos cães. “O canil, como nós já vinhamos tratando há algum tempo, tem nos trazido um ganho junto aos nossos trabalhos diários. Nós temos um plantel com quatro cães, que estão sendo treinados, adestrados, para fins específicos e estamos buscando também o condicionamento destes cães para identificação de tóxicos em locais que são de responsabilidade de segurança pública da Guarda Municipal. Em 2015 vamos manter este ritmo de trabalho que tem sido aplicado aqui no canil”.

 


Busca de Notícias