Barbacena realiza a 13ª Semana dos Museus
O evento foi aberto oficialmente na última segunda-feira e vai até a próxima sexta-feira


Sustentabilidade. Esta palavra foi a mais usada durante a abertura oficial da 13ª Semana dos Museus, realizada na última segunda-feira (18), no auditório da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar). A Semana é uma temporada cultural promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibraim), que acontece anualmente em comemoração ao Dia Internacional dos Museus, 18 de Maio. Para a 13ª edição do evento, 1.378 instituições culturais de todo o País se inscreveram para realizar mais de 4.500 atividades.

Para conscientizar a população sobre o meio ambiente, uma palestra ministrada pelo sub-oficial da Epcar, técnico agrícola e fotógrafo Wagner Rocha, destacou a importância da preservação da água para a sobrevivência dos animais. Na ocasião, foi plantado uma árvore da espécie Ipê Amarelo no pátio da Epcar, para simbolizar a preservação e dar ênfase ao tema proposto a este ano: “Museus para uma Sociedade Sustentável”.

O secretário Chefe da Casa Civil, José Augusto Penna Naves, prestigiou o evento e destacou a importância da palestra. “Importantíssimo, sobretudo a palestra que trouxe um trabalho espetacular sobre a fauna, não só dentro da Epcar, mas a fauna em volta da cidade. A Prefeitura, através da Agir, está se propondo a relançar o seu livro para mostrar a toda cidade essa questão da sustentabilidade através das águas”.

O vice-presidente da Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena e Região (Agir), Edson Brandão, falou do conceito que envolve a Semana dos Museus. “Ao colocar sustentabilidade associada ao trabalho de preservação da memória, queremos sensibilizar as pessoas para que se observe mais o entorno. O evento que abre essa semana, especificamente na Epcar, foi muito emblemático por isso, porque tem a visão de um artista ,de um fotógrafo que conseguiu perceber um acervo de fauna, principalmente de aves, que indica que há um cuidado ambiental nessa escola ao se preservar as nascentes,então todas essas coisas juntas servindo para sensibilizar a comunidade que é o papel de qualquer instituição,seja lá o museu, ou um parque de preservação ambiental, são formas de decalcar e mostrar para a sociedade porque cada coisa tem seu lugar no mundo e porque as coisas precisam ser reservadas”, explicou.

Já o Sub-comandante da Epcar, Paulo Ricardo da Silva Mendes, também falou de sustentabilidade e da sociedade. “Na verdade, este tema de sustentabilidade está no cerne da própria existência de nós, como ser humano e como sociedade. Eu enfatizei que a própria origem das civilizações se deu em torno de grande fontes de água, então, de modo que essa necessidade nunca mudou na decorrer da história. Hoje, a mesma necessidade que o homem pré-histórico tinha o homem moderno tem também. É importante nós pensarmos na maneira pela qual estamos lidando com a água no nosso planeta, embora o Brasil seja uma fonte muito grande de água doce, uma das maiores do mundo, tivemos alguns sinais de problemas no ano passado. Realmente precisa pensar a forma que estamos tratando desse recurso que é muito caro, e o plantio vem na mesma direção também, porque além de necessitar da própria água, ele também atua na questão do controle do CO2 na natureza, ou seja, tudo ligado à vida humana”.

Com este vento, Barbacena, mais uma vez, participa ativamente da Semana de Museus, através dos eventos promovidos pela Prefeitura, por meio da Diretoria de Cultura e Turismo da Agir. Deliane Dani, coordenadora do Parque Museu Casa de Marcier, destaca a importância das parcerias firmadas para a realização dos eventos: “Como o tema escolhido para o ano de 2015 aborda a sustentabilidade sociocultural, assunto que permite amplas possibilidades de trabalho, estamos diante de uma grande oportunidade para fortalecer vínculos com instituições de diversos segmentos da cidade, de forma a integrarmos esforços voltados à promoção da valorização da cultura local, da inclusão social e da melhoria da qualidade de vida da comunidade”.


Busca de Notícias