Barbacena recebe mais uma edição da Mostra Artística do Tim ArtEducAção
O espetáculo será na próxima quarta-feira, 17, e foi baseado na obra de Ariano Suassuna e reúne alunos e arteducadores em uma noite repleta de surpresas


Uma senhora viúva e avarenta, uma porca cheia de dinheiro e muitas confusões farão parte do enredo preparado para a Mostra Artística do TIM ArtEducAção em Barbacena. O evento, gratuito, será realizado no dia 17 de junho, às 19h, no salão paroquial Padre Joaquim Pessoa Machado, à rua Alcides Matheus (atrás da Matriz de São Sebastião).

Inspirado no livro “O Santo e a Porca” do escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna, os alunos das oficinas de teatro, ballet, dança contemporânea, contação de histórias, dança de rua e arte digital estarão em perfeita harmonia para a apresentação da Mostra Artística, que promete proporcionar uma noite magnífica, preparada especialmente para o público.

Para Marcelo Soares de Andrade, diretor de teatro e idealizador do TIM ArtEducAção, as Mostras Artísticas completam o ciclo criado pelas oficinas do programa. “A realização das Mostras transcendem o melhor momento, pois é o coroamento do resultado de todo o trabalho desenvolvido com os alunos. Além de se tornar um momento de confraternização entre os alunos, arteducadores, familiares e o público que sempre estão presentes durante as apresentações. Trabalhamos com profissionais talentosos e comprometidos e é sempre bom ver o resultado de novos desafios”, conta.

A obra “O Santo e a Porca” de Ariano Suassuna inspirou a construção do espetáculo. O texto para teatro foi adaptado pela professora das oficinas de teatro e contação de histórias do projeto, Talita Ferreira. “A espetáculo contará a história de Dona Euricona Engole-Cobra uma viúva avarenta, devota de Santo Antônio e que guarda uma velha porca, cheia de dinheiro herdada de seu avô. A partir de sua loucura com a porca,  D. Euricona transforma as paixões de família em verdadeiras confusões, acirradas e solucionadas por sua criada Caroba. É uma deliciosa comédia, inspirada na obra de Ariano Suassuna e que promete encantar o público”.

Empolgada, Ana Luísa Barroso, articuladora do programa em Barbacena diz que a escolha por textos de autores brasileiros é uma característica da construção dos espetáculos na cidade. “Sempre optamos por adaptar obras dos escritores brasileiros, e através do pedido dos alunos da oficina de teatro, que gostariam de encenar uma comédia, chegamos ao livro “O Santo e a Porca” de Ariano Suassana. É uma proposta diferente da que trabalhamos e que certamente será um sucesso. Os alunos das oficinas estão empolgados com o andamento dos ensaios e vamos levar muita música com os ritmos do baião, xaxado e frevo. O nosso público ficará encantado e se divertirá com as confusões de Dona Euricona”.

Para Virgínia Bittencourt Moura, coordenadora Executiva do Programa TIM ArtEducAção, a Mostra Artística é um momento ímpar e essencial para os envolvidos, pois a cada ano eleva a qualidade das apresentações em cada cidade. “Todos esperam com grande expectativa o início do circuito das Mostras, pois elas proporcionam momentos que misturam todos os sentimentos e emoções em prol das apresentações artísticas. A evolução dos trabalhos da cenografia digital nas cidades está abrindo um novo leque de possibilidades até então desconhecidas. Os resultados serão belíssimos e prometem emocionar o público”, afirma.

Segundo Edson Brandão, vice-presidente da Agir e diretor de cultura e turismo de Barbacena, o TIM ArtEducAção tem um elo muito forte com Barbacena, que recebe o programa desde 2001. “Possuímos uma parceria sólida e incrível com TIM ArtEducAção, afinal Barbacena foi uma das primeiras cidades de Minas a receber o programa e hoje colhemos os frutos desse magnífico trabalho. Temos diversos exemplos de alunos que tiveram suas vidas transformadas por meio da arte e da cultura e hoje são multiplicadores desse trabalho. As apresentações das Mostras Artísticas são o resultado de um trabalho primoroso e importante para os alunos e professores do programa, por isso temos que parabenizar todo o esforço”.

Em Barbacena, 250 vagas são ofertadas para alunos de nove escolas da rede pública, direta e indiretamente, para as oficinas de ballet, dança de rua, dança contemporânea, teatro, contação de história e arte digital. O programa é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Agência de Desenvolvimento Integrado de Barbacena e Região (AGIR).


Busca de Notícias