Prefeito reúne dirigentes sindicais e faz alerta
Sem cortes nas despesas, o atraso no pagamento do funcionalismo será inevitável, diz Prefeito


Durante reunião de mais de duas horas, o Prefeito Toninho Andrada alertou aos dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais que o pagamento da folha dos servidores passará a sofrer atrasos. Toninho disse que as receitas municipais estão em queda acelerada, principalmente as relativas ao Fundo de Participação dos Municípios – FPM e do Imposto de Circulação de Mercadorias – ICMS, que formam a base financeira da Prefeitura. Os repasses estão diminuindo devido à crise econômica do país e à retração do mercado. “Se a população não compra, o comércio e a indústria não vendem, e sem venda não há arrecadação de impostos”, resumiu. Ele disse que estas receitas dependem de repasses financeiros dos governos federal e estadual, “e pouco podemos fazer para alterar esta situação de queda”. Em contrapartida, o Prefeito afirmou que se as receitas fogem do controle local, “as despesas podem ser contidas por nós”.

Depois de abordar diversos assuntos com os líderes sindicais, Toninho pediu que a categoria colabore na construção de medidas de cortes e de contenção de despesas com cortes de cargos e de órgãos, “o mais rápido possível” para que “não sejamos atropelados pela crise nacional”.


Busca de Notícias