Prefeitura executa projeto que visa resolver problema de abastecimento de água para os próximos 50 anos
Tubos para duplicação de adutora, com investimento de R$ 3,5 milhões, chegam a Barbacena na próxima semana


Com objetivo de resolver o problema de abastecimento de água em Barbacena para os próximos 50 anos, a Prefeitura, através do Serviço de Água e Saneamento de Barbacena (SAS), está com projeto em andamento da duplicação de sua adutora, com investimento de R$ 5 milhões, com recursos próprios da Autarquia. Neste primeiro momento, está sendo investido R$ 3,5 milhões na aquisição de 909 unidades de tubos. Eles se dividem em modelos K7 e K9, que chegarão à cidade nos próximos dias, em caminhões truck. Com a duplicação da adutora, a capacidade de captação de água do Rio das Mortes, que hoje é de 160 litros por segundo, passará a ser de 450 litros por segundo. A Empresa Pancore, do grupo Saint Gobain Canalização Ltda., filial de Belo Horizonte, foi a vencedora do processo licitatório para aquisição dos tubos.

Segundo o prefeito Toninho Andrada, com a duplicação da adutora, Barbacena não terá mais problemas com a falta de água. “Estamos trabalhando muito para prestar um serviço de qualidade à população e sanar de vez a questão do abastecimento de água. Queremos resolver essa questão para as próximas cinco décadas', enfatizou.

O diretor do SAS, Luis Álvaro Abrantes Campos, disse que o projeto faz parte do planejamento da Autarquia desenvolvido nesta gestão. “A duplicação da adutora está em nosso planejamento de expansão e é uma determinação direta do prefeito Toninho Andrada. Todos os investimentos que estamos fazendo são com recursos próprios da Autarquia, que cresce em ritmo acelerado”.

De acordo com o vice-diretor do SAS, Odair Ferreira, o órgão tem trabalhado visando também o crescimento da cidade. “O prefeito sempre nos orienta a pensar no crescimento populacional e também na possibilidade de novas empresas e empreendimentos que possam a vir se instalar em nosso Município. Por isso estamos estruturando o SAS, nosso antigo Demae, no sentido de prepará-lo também para o futuro com modernização, infraestrutura e qualidade na prestação de serviços”.


Busca de Notícias