Prefeitura realiza Audiência Pública sobre iluminação
Representantes de diversos segmentos da sociedade participaram da Audiência Pública na tarde da última terça-feira, dia 18, para debater o Plano Diretor

Compuseram a mesa, membros da autoridades de Barbacena e equipe da empresa responsável pelo Plano

A Prefeitura de Barbacena realizou na tarde da última terça-feira, 18, Audiência Pública para tratar do Plano Diretor de Iluminação Pública – PDIP. Diversos segmentos da sociedade participaram do evento no Automóvel Clube e, na ocasião, tiveram a oportunidade de conhecer melhor as metas do Plano e fazer as devidas considerações. Compuseram a mesa de trabalho, o vice-prefeito Mário Raimundo de Melo, que preside o Conselho Gestor das Parcerias Públicos Privadas do Município; o secretário Chefe da Casa Civil, José Augusto de Oliveira Penna Naves, que presidiu a Audiência e representou o prefeito Toninho Andrada; o secretário de Obras, Emiliano Campos; a vereadora Grácia Araújo, Capitão Djalmir Ferreira de Mello, representando o Comandante da Epcar; Helen Gurita, representante do Delegado Regional, Colimar Dias Braga Júnior, Aniellen Vieira Santos, representante do Superintendente Regional de Saúde, Robson Campos Vidigal; e o integrante da empresa responsável pelo projeto - BCM Engenharia, Hednei Marangoni. Na plateia, os vereadores Márcio Odeite, José Jorge Emídio e Ilson Guilherme de Sá (Tererê), secretários e servidores municipais, dirigentes de entidades e associações e o público em geral.

Ao abir o evento, o professor José Augusto Penna Naves ressaltou que o Programa BQLUZ pretende investir R$ 30 milhões em 7 anos, sendo que R$ 10 milhões serão gastos nos próximos 12 meses, com ampla e arrojada modernização de toda a estrutura de iluminação pública da cidade, englobando vias públicas, logradouros, praças, prédios históricos e turísticos. “Com a implantação do PDIP a cidade vai se destacar, vai ficar mais iluminada e bonita. Além disso, há de se considerar a questão de segurança pública, já que existem muitos ruas em nosso município que ainda não contam com iluminação pública. O PDIP é um marco para o setor de iluminação pública e vai de encontro com os projetos implementados pela gestão do prefeito Toninho Andrada, que vão impactar no futuro da cidade nos próximos 50 anos”, enfatizou.

Mário Raimundo também fez uso da palavra e diz acreditar que “O PDIP é uma estratégia bem articulada do prefeito Toninho Andrada para prestar serviços públicos de iluminação pública de qualidade para a população”. Ele disse ainda que assim que forem cumpridas todas as fases do Plano, ele será encaminhado à Câmara Municipal para aprovação em forma de lei específica. Mário Raimundo explicou que o objetivo de encaminhar o Plano Diretor ao Legislativo “é transformá-lo em uma política de ação pública devidamente apropriada pela população, assegurada por lei, com legitimidade e segurança para que não sofra desvios nem deformações ao longo do tempo. Deixará de ser um Plano de um governo, para ser um Plano da cidade e da população”.

Em seguida, o engenheiro Hednei Marangoni destacou alguns pontos do Plano. “O assunto de iluminação não pode ser feito de qualquer jeito. Ele tem que ser estudado e foi isso que fizemos em Barbacena. Para ter eficácia, tudo tem que estar no seu devido lugar. O município vai ganhar em redução de custo e a população será beneficiada, pois terá uma iluminação apropriada. Quem vier a cidade, nos próximos meses terá uma grande surpresa. Já fizemos um levantamento geral dos pontos que serão iluminados e assim, os moradores e também visitantes vão se surpreender”, contou o engenheiro. Já ao se falar em custo benefício, ele afirma que tanto o Município, quanto a população vão ganhar com este novo passo dado pela Prefeitura. “Nós temos um projeto em mãos, fizemos tudo de acordo com as normas e agora com a contribuição de todos, vamos finalizar os trabalhos”.

Conforme previsto no Decreto nº 7.832/2015 assinado pelo prefeito Toninho Andrada durante solenidade de lançamento do Programa “Barbacena Iluminada” – BQLUZ, no último dia 6, a Prefeitura Municipal disponibilizou em seu site oficial o PDIP para consulta da população, que pode apresentar críticas e sugestões por dez dias, que somadas às contribuições dadas durante a Audiência Pública serão analisadas e caso sejam consideradas importantes serão ajustadas ao Plano a ser envido à Câmara Municipal.


Busca de Notícias