Prefeito concede entrevista à imprensa local
Toninho Andrada falou ao programa Cidade Aberta das rádios 93 FM e Correio da Serra

Toninho Andrada falou também do decreto que proíbe a utilização da área urbana por ônibus de linhas intermunicipais e interestaduais que acessem a cidade pelas BRs 040 e 265, de sua filiação ao PSB, da cobrança de pedágio na praça de Correia de Almeida, do Parque de Exposição, do Campeonato Brasileiro de Hipismo e da crise econômica que afeta a União, estados e municípios

Após cumprir agenda em Brasília, o prefeito Toninho Andrada retornou a Barbacena e na manhã desta sexta-feira, dia 18, concedeu entrevista à imprensa local, através do programa Cidade Aberta das rádios 93 FM e Correio da Serra. A visita a Brasília foi um dos temas da entrevista, mas o prefeito falou também do decreto que proíbe a utilização da área urbana por ônibus de linhas intermunicipais e interestaduais que acessem a cidade pelas BRs 040 e 265, de sua filiação ao PSB, da cobrança de pedágio na praça de Correia de Almeida, do Parque de Exposição, do Campeonato Brasileiro de Hipismo e da crise econômica que afeta a União, estados e municípios.

Com relação a visita a Brasília, Toninho Andrada esteve em diversos Ministérios e setores da administração Federal. “Aproveitei a visita a Brasília para verificar andamento de projetos e defender os interesses do município de Barbacena, que dependem de verbas vinculadas ao Governo Federal”.

Sobre a cobrança do pedágio em Correia de Almeida, onde a Concessionária 040 vem descumprindo a decisão judicial que determinou a liberação dos veículos a serviço da Prefeitura de Barbacena, o prefeito prometeu que reagirá prontamente. “Determinei à Advocacia Geral do Município que tome providências imediatamente. Não aceitaremos esta atitude da empresa concessionária. Estamos orientando a todos os condutores de veículos a serviço do Município que não cedam aos abusos cometidos”.

Ao falar do Parque de Exposição, Toninho lembrou que o local vem recebendo, em média, um evento a cada dois meses. “Temos hoje um Parque de Exposição muito bem aproveitado. Queremos que o espaço seja utilizado como 'Parque da Cidade', onde os barbacenenses possam desfrutar da sua estrutura, principalmente quando da realização de eventos. Esta semana, por exemplo, teremos lá o Campeonato Brasileiro de Hipismo e no próximo mês iremos realizar dois grandes eventos, reunidos em uma mesma ocasião, que serão a Festa das Rosas e a Semana Nacional do Cavalo Campolina. E há menos de quinze dias tivemos a Exphomig".

Outro tema esclarecido pelo pelo prefeito foi em relação ao Decreto nº 7.857/2015, que proíbe de utilizarem a área urbana do município os ônibus de linhas intermunicipais e interestaduais que acessem a cidade pelas BRs 040 e 265. “O decreto tem o objetivo de ajudar na reorganização do trânsito da cidade, sem prejudicar aos barbacenenses. Vale lembrar que estamos desenvolvendo um projeto de mobilidade urbana, ao custo de R$ 3 milhões. Temos que ressaltar que as linhas de Ibertioga e Antônio Carlos não serão afetadas pelas mudanças”.

A crise econômica também esteve em pauta. O prefeito falou da queda no repasse do Fundo de Participação de Municípios (FPM), verba que chega a cobrir até 90% dos gastos nas prefeituras de pequenos municípios. Em setembro a parcela teve redução de quase 40%. O repasse foi de R$ 296 milhões, o que representa um recuo de R$ 185 milhões se comparado ao montante liberado no mesmo período do ano passado (R$ 481 milhões). “Os maiores prejudicados pela crise econômica são os municípios”.


Busca de Notícias