SIMPAS tem rombo mensal de R$ 1 milhão
Em 2015, o rombo total está estimado em R$ 12 milhões, que devido a crise econômica do país e a queda de receitas municipais poderão não ser cobertos integralmente pelo tesouro municipal


O Sistema Municipal de Previdência e Assistencia ao Servidor - SIMPAS apresenta deficit mensal de R$ 1 milhão, que são cobertos pelo caixa da Prefeitura. Em 2015, o rombo total está estimado em R$ 12 milhões, que devido a crise econômica do pais e a queda de receitas municipais poderão não ser cobertos integralmente pelo tesouro municipal. As consequências, neste caso, seriam os atrasos nos pagamentos dos aposentados e pensionistas. A insuficiência de caixa do SIMPAS decorre de dois problemas: o crescente aumento da aposentação de servidores e o pequeno ingresso de novos servidores concursados, e as dívidas deixadas pela gestão passada da gestão da ex-Prefeita Danuza.

Para equacionar o problema, a gestão Toninho Andrada prepara a realização de concurso público para admitir 700 servidores que substituirão os contratados temporários. A medida possibilitaria o ingresso de novos servidores contribuintes com o SIMPAS, aumentando a receita do órgão. Com a providência, o déficit seria equacionado, evitando maiores problemas de caixa ao SIMPAS. O concurso depende de aprovação de lei municipal pelo Legislativo local. O projeto de lei n° 085, de autoria do Executivo Municipal, já foi remetido à Câmara de Vereadores, cuja tramitação para votação é aguardada com ansiedade pelos aposentados e pensionistas. “Somente no período de 2013 a 2017 teremos um total de cerca de 400 aposentadorias, ampliando o rombo que já é grande”, disse o Diretor do SIMPAS, Mário Ladeira.

O Secretário de Governo Jose Francisco Silveira informou à reportagem do Praça Pública que a Administração Municipal passou os dados ao Sindicato dos Servidores, alertando da gravidade da situação. Já o Secretário de Planejamento, Diogo Carreiro, abordou o assunto com simplicidade: 'se as despesas com o pagamento dos aposentados aumentam de forma continua, teremos que ampliar o número de servidores contribuintes, senão a conta não fecha. E o único caminho é a realização do concurso público'.


Busca de Notícias