Prefeitura realiza 2º Mutirão de Cardiologia
Trabalho está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Faculdade de Medicina

Durante o mutirão, as médicas Tânia Quintão e Maristela Meneghim

O Centro Ambulatorial Dr. Agostinho Paolucci - CAP (Antigo Hospital Escola), no bairro Vilela, foi novamente, nesta terça-feira, dia 3, o local escolhido para a realização de um Mutirão de Cardiologia. Com o objetivo de diminuir a demanda reprimida na área cardiológica, os trabalhos foram realizados pela Prefeitura de Barbacena, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais (Sesaps), em parceria com a Faculdade de Medicina (Fame). Em maio deste ano, a administração municipal já havia realizado na cidade o primeiro Mutirão de Cardiologia.

O atual Mutirão deu prioridade aos pacientes da UBS do Carmo, com atendimento de cerca de 300 pessoas. O trabalho desenvolvido pelas médicas Tânia Quintão e Maristela Meneghim, com a presença da coordenadora do CAP, Lena Márcia Pacheco, e o responsável técnico do CAP, enfermeiro Valdir Onório, além da participação de acadêmicos e residentes de cardiologia da Faculdade de Medicina de Barbacena, funcionários da UBS do Vilela e do Centro Ambulatorial.

O prefeito Toninho Andrada disse que tem orientado a Sesaps no sentido de realizar ações desta natureza com o objetivo de zerar a demanda reprimida em algumas áreas, como a de cardiologia e a de cirurgias de catarata. “Infelizmente, quando assumimos a gestão do município, a fila de espera para atendimento nas duas áreas citadas, era grande. A solução que encontramos para atender a população de uma forma mais urgente foi a realização de mutirões. Já fizemos isso nas cirurgias de catarata, realizamos o primeiro mutirão de cardiologia e agora já estamos na segunda frente de trabalho. Tudo isso buscando a melhoria da qualidade de saúde oferecida pela Prefeitura”, enfatizou.

A coordenadora do Centro ambulatorial Agostinho Paulucci (CAP), Lena Márcia Pacheco, falou do trabalho realizado: “Com a finalidade de aumentar a oferta de consultas especializadas, a equipe se reuniu e propôs a elaboração deste mutirão de atendimento cardiológico, ajudando assim a diminuir a demanda”.

Além das consultas cardiológicas, os pacientes também contaram com serviço de aferição arterial, controle de glicemia e marcação de exames.

No primeiro Mutirão de Cardiologia, realizado no dia 13 de maio deste ano, mais de 600 pessoas foram atendidas. A expectativa da Sesaps é continuar realizando trabalhos como este sempre nos casos de grande demanda.


Busca de Notícias