Rotary Club e Faculdade de Medicina fazem a Campanha Hepatite Zero
Ação social, sábado, na Praça dos Andradas oferecerá 500 testes gratuitos para detecção do vírus e tem o apoio da Prefeitura Municipal


O Rotary Club Barbacena e a Liga de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina promoverão uma campanha de detecção do vírus da hepatite C, no próximo sábado, na Praça dos Andradas. O evento terá apoio técnico da Prefeitura, através do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Secretaria de Saúde Pública e Programas Sociais. Segundo a Presidente do Rotary Club Barbacena, Maria América de Castro, a Fundação Rotary pretende testar 1 milhão de pessoas no Brasil, afim de descobrir quem são os infectados que não sabem que são portadores da hepatite.

O Rotary Internacional parte para esta campanha depois de atuar nos últimos 20 anos para reduzir de 108 para apenas três, os países onde ainda resta o vírus da poliomielite. O professor de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina e Coordenador da Liga Acadêmica de Gastroenterologia, José Eugênio Dutra Câmara Filho, explica que no Brasil há registros de aproximadamente 3 milhões de pessoas infectadas pelo vírus da hepatite C.

A Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite realiza uma campanha nacional e para Barbacena a entidade doou 500 kits de detecção. O teste é rápido e indolor e os organizadores da campanha avisam que no mesmo dia, o CTA da Prefeitura Municipal vai disponibilizar testes para a detecção do HIV.

O prefeito Toninho Andrada tem determinado ao setor de Saúde a ênfase total na prevenção e educação, como forma de melhoria nos indicadores da cidade, afirmando que “periodicamente campanhas estão sendo feitas. Depois do Outubro Rosa, com foco na mulher e paralelamente ao Novembro Azul, que está sendo realizado com foco no homem, estamos apoiando esta ação cidadã do Rotary”, pontuou o prefeito. O atendimento da campanha Hepatite Zero é gratuita e começa a partir das 9 horas da manhã.


Busca de Notícias