Prefeitura inicia instalação de mais de 30 mil metros de piso tátil para deficientes visuais
Obra integra o projeto de Mobilidade Urbana do Município

Ao todo, serão mais de 30 mil metros do piso, em ambos os lados das ruas, sendo único em calçadas estreitas e duplo em calçadas mais largas, buscando ainda mais eficiência

 A Prefeitura de Barbacena segue dando sequência à maior obra de Mobilidade Urbana da história da cidade. E mais uma etapa dos trabalhos já tiveram início. Começaram a ser instaladas em calçadas de diversas vias do município a sinalização tátil no piso, com o objetivo de guiar o fluxo e orientar o direcionamento nos percursos para pessoas com deficiência visual. Ao todo, serão mais de 30 mil metros do piso, em ambos os lados das ruas, sendo único em calçadas estreitas e duplo em calçadas mais largas, buscando ainda mais eficiência.

Barbacena foi uma das poucas cidades a desenvolver um Plano Municipal de Mobilidade Urbana dentro das diretrizes estabelecidas pelo governo federal através da Lei 12.587/2012. “A cidade saiu na frente e os resultados já começaram a aparecer. As obras de Mobilidade Urbana vem de encontro com a modernidade e os anseios do barbacenense e é isso que nossa gestão tem buscado", destacou o prefeito Toninho Andrada.

O piso tátil é um grande facilitador para ajudar a guiar o deficiente visual. O projeto de Mobilidade Urbana tem dado uma atenção especial à questão da acessibilidade, conforme destaca o secretário de Obras, Emiliano Campos: “Barbacena tem buscando modernizar suas calçadas, suas vias, para dar mais conforto e torná-las mais acessíveis para qualquer pessoa com alguma dificuldade de locomoção e deficiência física”.

Entenda o piso tátil - Esse é um piso diferenciado com textura e cor sempre em destaque com o piso que estiver ao redor, com a função de orientar pessoas com deficiência visual ou com baixa visão.

Existem dois tipos de piso tátil: piso tátil de alerta e piso tátil direcional. O direcional serve para orientar o trajeto (uma espécie de “siga em frente”). Já o de alerta (também conhecido como “piso de bolinha”) serve para sinalizar situações que envolvam algum risco, sendo instalado em rebaixamentos de calçadas, em faixas elevadas de travessia, em plataformas de embarque e desembarque ou pontos de ônibus, no início e términos de escadas ou rampas e em frente à porta de elevadores.


Busca de Notícias