Novembro Azul é aberto oficialmente em Barbacena
O mês conta com uma extensa programação dedicada à saúde do homem

A abertura oficial foi realizado na Faculdade de Medicina

O movimento de conscientização voltado para os homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata e outras doenças masculinas, Novembro Azul, foi lançado na última quinta-feira (5), em Barbacena. O evento promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais (Sesaps), aconteceu no auditório da Faculdade de Medicina, contando com uma palestra do médico Ângelo Feres, coordenador municipal do programa DST/HIV/Aids, que funciona no Hospital Escola, no bairro Vilela.

O prefeito Toninho Andrada disse que “assim como a Prefeitura apoiou e realizou campanhas durante o mês de outubro, voltadas para a prevenção do câncer de mama, a Sesaps irá agir da mesma forma com o Novembro Azul. Nossa orientação é sempre no sentido de melhorar a qualidade do sistema municipal de saúde, grarantindo um melhor atendimento à população e, consequentemente, uma saúde melhor e a prevenção é um dos principais instrumentos para isso”, destacou.

O secretário municipal de Saúde, José Orleans da Costa, enfatizou o trabalho da Sesaps para a conscientização, tanto em relação à saúde da mulher, com o Outubro Rosa, quanto à do homem, com o Novembro Azul. 'A mulher já vem há muito tempo se mobilizando, frequentando mais o sistema de saúde e exigindo um atendimento adequado. Já o homem é mais distante. Por isso, o nosso objetivo, neste mês, é incentivá-los a se cuidarem mais, em sua saúde integral, se atentando para a hipertensão, diabetes, doenças sexualmente transmissíveis e seu bem-estar como um todo'.

A palestra realizada pelo médico Ângelo Feres teve como tema 'Desafio de um Programa Integral à Saúde do Homem'. Conforme destaca o palestrante, há 25 anos se criava um Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher e, até hoje, não foi criado um modelo similar para o homem: 'Ainda que haja focos de DSTs e câncer de próstata, o mais importante é, para o futuro, caminhar em direção a uma atenção integral, demandando diversas ações e a evolução de vários conceitos, que precisam ser bastante discutidos. Os preconceitos têm que ser deixados de lado para caminhar em direção a essa integralidade'. .

Sobre o movimento - O “Novembro Azul” surgiu na Austrália, em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado em 17 de novembro. O câncer de próstata afeta, principalmente, homens a partir de 50 anos, homens negros e homens com histórico da doença na família. Se for detectada no início, a doença tem mais chances de cura.

Neste ano, a Sesaps também tem dado uma ênfase a uma das doenças sexualmente transmissíveis: a sífilis. O destaque está relacionado ao alto índice de gestantes com a doença, transmitida principalmente pelos parceiros.

Veja a programação completa na imagem abaixo:


Busca de Notícias