SAS investe no sistema de captação de água e garante eficiência energética
O consumo de energia da autarquia foi reduzido e o rendimento ampliado em 2015

Em novembro, foi implementado o segundo conjunto moto bomba e soft starter na Estação de Captação do Rio das Mortes

A Prefeitura de Barbacena, através do Sistema de Água e Saneamento (SAS), tem investido e executado projetos, com recursos da própria autarquia, para garantir o abastecimento de água para o município pelos próximos 50 anos. Uma dessas iniciativas é a implementação de um moderno sistema de bombeamento na captação de água bruta, utilizando um novo conjunto moto bomba, juntamente com um soft starter (para controlar a partida do motor), garantindo a operação da Estação de Captação do Rio das Mortes a 100%.

Com o novo sistema em funcionamento, o rendimento foi ampliado, gerando mais produção de água, menor custo de energia, maior confiabilidade do sistema, interatividade com o operador, longevidade dos equipamentos e, principalmente, eficiência energética. Em novembro, foi implementado um segundo conjunto moto bomba e soft starter e, em apenas um mês de funcionamento, houve uma redução de 8% em consumo de energia, gerando uma economia de R$ 17 mil aos cofres da autarquia; já em relação à água, houve um aumento de 5%, totalizando 34.214 m³ produzidos no mês.

Segundo o prefeito Toninho Andrada, uma das metas traçadas para seu governo sempre foi melhorar a qualidade do serviço de água, com uma gestão eficiente, e garantir que não haja problemas de abastecimento no município. “Depois que recuperamos administrativa e financeiramente o SAS, a autarquia está funcionando plenamente. Além disso, com as obras de ampliação da adutora de captação do Rio das Mortes, teremos água suficiente para suprir as demandas atuais e futuras.”

O diretor do SAS, Luis Álvaro Abrantes Campos, destaca os avanços da autarquia: 'Depois de recebermos, há 3 anos, R$ 3,5 milhões de dívidas e uma autarquia toda sucateada, hoje podemos dizer, com a certeza do dever cumprido, que estamos superando os desafios e colocando o SAS, antigo Demae, onde ele realmente merece'.

Já o vice-diretor, Odair Ferreira, ressalta os desafios para a transformação do SAS: “Fazer com que todo o negativismo que imperava no órgão e perante a opinião pública se transformar em um novo tempo com conquistas e valorização dos servidores está sendo muito gratificante. Já demos um grande passo e muito ainda vai ser feito”

Duplicação da adutora - Com o objetivo de resolver o problema de abastecimento de água em Barbacena para os próximo anos, estão sendo investidos cerca de R$ 5 milhões, também com recursos do próprio do SAS, na duplicação de sua adutora. Depois de concluídas, a captação de água do Rio das Mortes, que hoje é de 160 litros por segundo, passará a ser de 450 litros por segundo.


Busca de Notícias