Reunião de trabalho define cronograma de obras para as próximas semanas
Pontilhão e Praça da Estação terão prioridade nas ações

Secretário de Governo, José Francisco Vidigal, o secretário de Obras. Emiliano Campos, representantes da Subsecretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana- SUTRAM, e o diretor da Etros, Virgílio Abreu, durante a reunião

Um encontro entre representantes da Prefeitura e dirigentes da Etros Engenharia, na manhã desta terça-feira, 19, definiu um cronograma de ações para as obras de mobilidade urbana que estão sendo realizadas na cidade. Estiveram presentes o secretário municipal de Governo, José Francisco Vidigal; o secretário municipal de Obras; Emiliano Campos, representantes da Subsecretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana - SUTRAM, e o diretor da Etros, Virgílio Abreu. Na reunião ficou acertado que as prioridades para os próximos dias serão a região do Pontilhão e o terminal de parada de ônibus, na Praça da Estação.

Emiliano Campos disse que “o encontro entre a Prefeitura e representantes da empresa que está executando as obras em Barbacena é fundamental para avaliar o andamento dos trabalhos, como também para definir prioridades, a fim de que as obras aconteçam de forma a trazer o quanto antes os benefícios para a população”.

José Francisco ressaltou que “as obras de mobilidade urbana que estão sendo executadas na cidade representa um marco importante para o trânsito local. É objetivo do prefeito Toninho Andrada beneficiar motoristas e pedestres, por meio de um projeto inovador, num trabalho jamais visto na cidade nesta área, cujo investimentos são da ordem de R$ 5 milhões”, destacou.

Virgílio Abreu contou que “a empresa vem cumprindo o calendário estabelecido pela Prefeitura e que as obras foram retomadas há duas semanas, mas que o ritmo depende das questões climáticas. Estamos trabalhando em período integral para que o cronograma seja cumprido no tempo estipulado”.

O projeto

As obras de mobilidade urbana tiveram início em 2015 e já podem ser percebidas pela população. Na área central, já foram instalados 30 mil metros de piso tátil, que tem como objetivo guiar o fluxo e orientar o direcionamento nos percursos para pessoas com deficiência visual, o que é uma exigência legal. Mas, a principal mudança, realizada dentro do projeto de mobilidade urbana, foi a instalação de 50 abrigos de ônibus. O planejamento foi desenvolvido através de uma parceria entre a Prefeitura e a empresa Cidade das Rosas, que investiu cerca de R$ 250 mil na aquisição dos equipamentos.


Busca de Notícias