Prefeitura confirma retomada das obras da UBS do Vilela
Parte de antigo prédio da Agir também passará por adequação para receber Central de Rede de Frios


Mais duas ações voltadas para a área da saúde foram confirmadas pela Prefeitura de Barbacena. A Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais (Sesaps) anunciou a retomada dos trabalhos para concluir a obra da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Vilela e também a reforma e adequação de um prédio anexo do antigo Posto de Saúde da Praça Conde Prados, para que o local receba a Central de Rede de Frios, que é destinada a abrigar e conservar vacinas.

E o trabalho realizado pela Prefeitura na área da saúde tem recebido aprovação da comunidade. Em pesquisa realizada pelo Instituto UrbanData, divulgada no último mês de dezembro, a população de Barbacena aprovou os serviços ofertados pelas Unidades de Saúde do Município. 65,8% dos entrevistados classificaram os serviços entre ótimo, bom ou regular.

“Estamos trabalhando firme para melhorar o sistema municipal de saúde. Inauguramos o novo PA no Hospital Regional, implantamos o Centro Ambulatorial com as especialidades médias e exames e colocamos em funcionamento duas novas UBS (Funcionários e Nova Suíça). Agora, vamos retomar as obras e colocar também em funcionamento a UBS do Vilela. Embora a saúde pública no Brasil seja um grande problema, as pesquisas deram aprovação para os serviços ofertados nas Unidades de Saúde de Barbacena, mesmo neste quadro adverso. Quer dizer, estamos fazendo a nossa parte”, destacou o prefeito Toninho Andrada.

Com relação as Unidades Básicas de Saúde, a Prefeitura já havia entregue à população, no ano passado, a UBS do Funcionários e também a UBS do Nova Suíça. Para concluir as obras das Unidades e para que elas estivessem totalmente equipadas para serem entregues à comunidade, a atual gestão municipal teve que resolver uma série de pendências que estavam impedindo o andamento dos trabalhos. Foi necessário regularizar o convênio com o Ministério da Saúde, limpar o nome da Prefeitura, buscar verbas e renegociar o contrato com a empreiteira.

Nas novas Unidades de Saúde, os moradores encontram atendimento clínico (médico e enfermeiro), vacinação, serviços de curativos e citopatológicos, pré-natal, de puericultura, grupos de hipertensos e diabéticos, além das atividades do Programa Saúde da Família. Cada UBS tem capacidade para atender cerca de 12 mil pacientes/mês.

Sobre a Central de Rede de Frios, a mesma é destinada ao processo de armazenagem, conservação, manipulação e distribuição de vacinas. E tem como objetivo final assegurar que todas as vacinas administradas mantenham suas características iniciais, a fim de conferir imunidade, haja vista que as vacinas são produtos termolábeis, ou seja, sensíveis a condições extremas de temperatura cuja exposição a essas condições pode danificar suas propriedades farmacológicas e seu efeito desejado.


Busca de Notícias