Curso Cozinha Brasil beneficia 120 pessoas em Barbacena
Em mais uma parceria da Prefeitura com o Serviço Social da Indústria - Sesi e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Fiemg


Barbacena está recebendo essa semana, de terça a quinta-feira, o Programa Cozinha Brasil, com o curso ‘Educação alimentar e nutricional’. Ao todo 120 pessoas, dividas em duas turmas, uma na parte da tarde e outra à noite, participam da capacitação. O curso foi dividido em duas partes: a teórica, no primeiro dia, que aconteceu no auditório do Centro Administrativo (antiga Agir) e a prática, realizada no Automóvel Clube, onde foi montada uma cozinha especialmente para esta finalidade.

A procura pelo curso foi tão grande que a organização teve que abrir duas turmas uma vez que a previsão no início era de 50 vagas compondo apenas um grupo de trabalho. “A busca por uma vaga no Cozinha Brasil superou muito nossas expectativas. Foi uma importante realização que é fruto de mais uma parceria da Prefeitura, através da Diretoria de Fomento Econômico, com o Serviço Social da Indústria - Sesi e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais - Fiemg. Parcerias assim são muito produtivas”, ressaltou o prefeito Toninho Andrada.

Felipe Alvim, diretor de Fomento Econômico da Prefeitura, ressaltou que o curso foi uma oportunidade de acesso a novas e importantes ferramentas empreendedoras. “Temos que estar a todo momento firmando parcerias que propicie o crescimento do município. Foram três dias de capacitação aliando técnica e prática atendendo as necessidades do mercado. Uma ação que contou com a parceria direta da empresa Rivelli, sempre presente e apoiando os projetos locais”, completou.

O Cozinha Brasil procurou transmitir para as pessoas informações sobre uma alimentação saudável, nutritiva, equilibrada e saborosa, contribuindo com a diminuição do desperdício por meio do aproveitamento integral dos alimentos. Um ensinamento que vai desde a compra dos produtos alimentícios até a degustação. O curso foi integralmente gratuito. O programa foi criado pelo Seis e é uma tecnologia social nacional e tem produzido expressivos impactos sociais, econômicos e financeiros. Além disso, está sendo replicado em outros países como Moçambique, Uruguai, Guatemala, Honduras e El Salvador.


Busca de Notícias