Prefeitura inicia instalação de iluminação de LED no Município
Obras integram o projeto do Plano Diretor de Iluminação Pública na ordem de R$ 30 milhões

Na Avenida Governador Bias Fortes, 192 luminárias de vapor sódio estão sendo substituídas por 192 de LED

A Prefeitura de Barbacena saiu na frente em Minas Gerais como o primeiro Município a ter um Plano Diretor de Iluminação e os resultados já estão aparecendo. Atualmente, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), duas obras que integram o projeto estão em andamento com a utilização da tecnologia de LED. Na Avenida Governador Bias Fortes, 192 luminárias de vapor sódio estão sendo substituídas por 192 de LED, sendo 140 watts nas laterais e 180 watts no canteiro central. Já a Basílica de São José Operário está recebendo a instalação nas cúpulas superiores de LED RGB, com controle e programação por meio de Controladora RGB e iluminação de alta qualidade. As paredes externas da Basílica também estão ganhando iluminação na fechada ('Vaya Flood') também de LED.

Outro ponto que também ganhou nova iluminação, inclusive em cor, foi o Pontilhão, que passou recentemente por uma completa revitalização, incluindo a recuperação da estrutura e limpeza. Já em relação à Basílica de São José, a Semop também destaca que, para a iluminação da fachada, está desenvolvendo estruturas de alvenaria para proteger o local, drenos para evitar danos ao material e pequenas aberturas nas laterais para Troca de Calor.

O prefeito Toninho Andrada destaca que o Plano Diretor foi implantado na sua gestão e que será o maior investimento em obras de iluminação da história do município. Ele salienta ainda que  iluminação de LED, além de mais econômica, vai deixar vários pontos da cidade muito mais iluminado e, consequentemente, mais bonitos. Estamos com frentes de trabalho na Avenida Governador Bias Fortes, onde a população já pode sentir a diferença na iluminação daquele local. Vamos também terminar os trabalhos na Basílica antes do Jubileu. E muitas outras regiões serão beneficiadas com a nova iluminação'. 

Segundo o secretário Municipal de Obras, Emiliano Campos, 'as obras, inseridas no Plano Diretor, são amplas e vão mudar a cara da cidade.  A utilização da tecnologia de LED vão garantir mais economia e durabilidade e, a média e longo prazo, vai garantir que os recursos do Município sejam economizados e investidos em outras áreas'. 

O LED tem a característica de emitir muito mais luz consumir menos energia do que outros tipos de lâmpadas. A economia de energia elétrica gerada chega até 60%. As lâmpadas, que não empregam, em sua composição e no processo de geração de luz, elementos nocivos ao meio ambiente, são a melhor opção em termos de eficiência e economia para iluminação publica. Além disso, a vida útil as lâmpadas de LED atinge até 50 mil horas, enquanto os modelos convencionais (sódio e mercúrio)  duram em média 10 mil horas. 

Plano Diretor de Iluminação Pública - A previsão de investimentos no setor de iluminação pública, em 7 anos, é na ordem de R$ 30 milhões. O Plano Diretor, elaborado e aprovado pela atual administração, contempla as ações de planejamento urbano, melhorias de qualidade de vida, sustentabilidade do sistema na eficiência energética, eficientização da luminância do parque elétrico e proteção ao meio ambiente, contempla, ainda, ações de segurança pública, interação e integração social, individualização da linguagem visual e paisagem urbana, otimização do consumo e vida útil do parque de iluminação, valorização do Patrimônio Público e embelezamento, promoção do turismo, valorização e incentivo à cultura, fomento da economia, atendimento às peculiaridades da zona rural, aplicação e regulamentação de novas tecnologias, regulamentação de novos empreendimentos, dentre outras que se relacionem com o interesse público e que venham a ser apuradas.


Busca de Notícias