Movimento grevista: “Prefeitura estará sempre aberta ao diálogo”
Prefeito concede entrevista e fala sobre posicionamento do Município


Em entrevista à mídia local, perguntado sobre o movimento grevista de parcela dos servidores públicos municipais, o Prefeito Toninho Andrada disse que “a Prefeitura estará sempre aberta ao diálogo”. Ele destacou as atividades da Comissão Permanente de Negociação, com participação paritária entre governo e representantes da categoria dos servidores, “que durante todo o período de campanha salarial promoveu inúmeras reuniões”. Sobre o desfecho do movimento grevista, o Prefeito considerou “o atual clima de confronto e radicalização muito desfavorável ao entendimento” e que “somente haverão possibilidades concretas de avanços com elaboração de propostas num ambiente de normalidade, com o fim da greve”.

Ele lamentou que a paralisação parcial do setor educacional esteja prejudicando quase oito mil alunos. “O calendário escolar de 2016 já está prejudicado e não haverá possibilidades de reposição das aulas perdidas até dezembro, comprometendo também o calendário escolar de 2017”, analisou. O Prefeito reafirmou que qualquer negociação de reajuste salarial terá que levar em conta a crise econômica vivida pelo país com forte queda das receitas das Prefeituras, e ainda frisou que o pagamento dos servidores efetivos e aposentados da Prefeitura “estão rigorosamente em dia” e que os professores da rede municipal “recebem vencimentos acima do piso nacional do magistério fixado pelo Ministério da Educação”.


Busca de Notícias