Festival Nacional de Teatro atrai grande público
As apresentações vão até domingo, 31

Várias pessoas estão prestigiando o evento

O Festival Nacional de Teatro de Barbacena ainda não terminou e o sucesso do evento já é algo extremamente visível. Todos os dias das apresentações, o auditório do Colégio Estadual tem ficado totalmente lotado. A fila para assistir as peças teatrais começa a se formar hora antes do início da apresentação, tudo para poder garantir um lugar e participar deste show de cultura que já se firmou como um importante evento não só para Barbacena, mas também para a região. Mesmo nas noites de dois espetáculos, o público tem lotado o auditório. Um outro ponto de grande destaque desta segunda edição do Festival é a qualidade das peças interpretadas pelos grupos e que tem encantado e atraiu a cada noite um número maior de pessoas.

“O que mais tem se destacado nesta edição do Festival Nacional de Teatro, primeiramente a quantidade de dias que acarreta uma programação extensa, e também na qualidade técnica dos grupos que vieram mostrar seu trabalho. Uma das coisas importantes é a quantidade de público que estamos tendo e só nos primeiros quatro dias foram mais de 3 mil pessoas prestigiando o evento. Acreditamos que até o final do Festival, mais de 10 mil pessoas terão assistido às apresentações tanto no teatro do Estadual quanto na praça dos Andradas”, pontuou Delton Mendes, diretor internacional do Instituto Curupira, entidade organizadora do Festival.

Ressaltou ainda que o Instituto acredita que o trabalho traz resultados para Barbacena a curto, no caso os próprios espetáculos; e a longo prazo em uma vivência cultural melhor. “O objetivo do Instituto Curupira não é o lucro, por isso que a entrada aos espetáculos é gratuita. Os custos para a promoção do evento são elevados, mas contamos com uma rede de parceiros grandes de Barbacena e fora”, disse.

O Festival Nacional de Teatro de Barbacena, tem como parceria a Prefeitura, através da Subsecretaria Municipal de Cultura e do Serviço de Água e Saneamento - SAS. A programação continua neste final de semana. Nesta sexta-feira, 29, na Bituca, às 15h, ‘Ato e Palavra: vivência com o Grupo Ponto de Partida. À noite, ‘Meu precioso cabaré’, com o Grupo Poetizar Coletivo Teatral (Brasília); ‘O canto do mundo’, com Cia. Mutum (Ubá). No sábado, 30, na parte da manhã, ‘Invisibilidade social’, com a Cia Negra de Teatro (Belo Horizonte) pelas ruas de Barbacena; ‘Adesividade’, com o grupo Pulso Artes Cênicas (Salvador - Bahia), na praça dos Andradas; ‘Trem das onze (infantil), com o grupo Pierre (São Paulo), no Teatro do Estadual; ‘Vaga dez’, com Teatro da Pedra (São João del Rei), na praça dos Andradas; e ‘Terrabatida: reminiscência de Canudos, com a Cia. Plúmbeo (Rio de Janeiro), no Teatro do Estadual. A programa encerra no domingo, com a cerimônia de premiação dos grupos vencedores. 


Busca de Notícias