Projeto Agroecologia beneficia 44 produtores de 12 cidades da região
O Projeto foi criado pela Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais - SESAPS, através do Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador – Cerest/Barbacena

Um dos resultados positivos do Agroecologia, é, em primeiro lugar, qualidade de saúde dos agricultores, pois passaram a cultivar produtos mais saudáveis sem o uso de agrotóxico

O Projeto Agroecologia, Homeopatia, Saúde e Segurança no Campo continua fazendo a diferença em várias propriedades de 12 cidades da região (Alto Rio Doce, Senhora dos Remédios, Desterro do Melo, Barbacena, Antônio Carlos, Bias Fortes, Santana do Garambéu, Ibertioga, Barroso, Prados, Ressaquinha e Carandaí). Atualmente usufruem do Projeto 44 produtores familiares das mais variadas áreas. Um dos resultados positivos do Agroecologia, é, em primeiro lugar, qualidade de saúde dos agricultores, pois passaram a cultivar produtos mais saudáveis sem o uso de agrotóxico. Eles produzem os próprios insumos que são utilizados no combate a pragas. 

Um outro ponto considerado positivo dentro do Projeto é que o homem do campo conseguiu também reduzir o custo de produção e melhorar o valor agregado a sua mercadoria. Para execução das ações, os produtores recebem toda a metodologia necessária e passa a adotar em seu negócio e em muitos casos, os próprios produtores, a partir da teoria recebida passam a criar seu próprio método de trabalho, e os resultando tem sido totalmente satisfatórios. Hoje, os maiores propagadores do Projeto são os próprios produtores envolvidos, pois estão satisfeitos com os resultados. 

Segundo Anderson Luiz Carvalho Inocêncio, coordenador Geral do Centro de Práticas Agroecológicas e Homeopatia, é a primeira experiência no país de reconhecimento da agroecologia e homenopatia como ferramenta de promoção da saúde, em resposta aos casos de intoxicação por agrotóxico e suas consequências. Depois da implantação do Projeto, foi criada em Barbacena, pelo Executivo Municipal a Lei 4625/2014 criando o Programa de Agroecologia e Homeopatia. Os envolvidos contam ainda com uma assistência de uma profissional técnica em agropecuária. 

O Projeto foi criado no final de 2013, pela Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais - SESAPS, através do Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador – Cerest/Barbacena. A execução do Agroecologia é de responsabilidade da Associação Regional da Agricultura Familiar – Aliar, entidade parceria. O novo convênio para o funcionamento dos trabalhos já foi assinado entre a Prefeitura e a Associação, o que demonstra que os resultados alcançados pelo Projeto têm sito totalmente satisfatórios.


Busca de Notícias