SAS continua as obras de ampliação da adutora do Rio das Mortes
Trabalho sendo executado com investimento de R$ 5 milhões

Após a conclusão do serviço, a cidade vai praticamente triplicar a capacidade de captação de água, que hoje é de 160 litros por segundo e passará a ser de 450 litros por segundo, em um benefício para os próximos 50 anos

As obras da Prefeitura de Barbacena para ampliação da adutora do Rio das Mortes seguem dentro de seu cronograma. O trabalho está sendo executado com recursos próprios do Sistema de Água e Saneamento (SAS), na ordem de R$ 5 milhões, e após a conclusão do serviço, a cidade vai praticamente triplicar a capacidade de captação de água, que hoje é de 160 litros por segundo e passará a ser de 450 litros por segundo, em um benefício para os próximos 50 anos.

A ampliação da adutora é também uma necessidade da cidade, uma vez que sem a obra o abastecimento de água poderia ficar comprometido, uma vez que atualmente mais de 30 mil residências faz parte da jurisdição do SAS.

“Nos últimos anos, temos presenciado problemas com o racionamento de água em várias partes do Brasil, inclusive em municípios próximos ao nosso. Recentemente, a região da grande Vitória, no Espírito Santo, já anunciou problemas com o abastecimento de água. Em Barbacena, devido ao trabalho do SAS, não passamos por este problema. Agora, com a ampliação da adutora do Rio das Mortes, fazemos um trabalho de prevenção e garantia de água para a cidade para os próximos 50 anos”, disse o prefeito Toninho Andrada.

O diretor geral do SAS, Bruno Mota, destacou o empenho da administração municipal na execução da obra: “A autarquia continua seguindo à risca as metas traçadas pela atual administração. Não podemos esquecer que todos os serviços estão sendo executados com recursos e mão de obra própria do SAS”.


Busca de Notícias