Defesa Civil apresenta relatório de ações em 2016
Ano começou com tromba d'água em Correia de Almeida


A Prefeitura de Barbacena, através dos órgãos parceiros integrantes do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil, apresentou um balanço das ações relativas ao setor em 2016. No relatório, foram apresentadas todas as ações desenvolvidas pela Defesa Civil do Município e os dados registrados referentes ao período de 5 de janeiro a 30 de novembro deste ano. Os números mostram que foram atendidas 191 solicitações de vistoria e realizados 136 laudos técnicos. O documento lambra ainda que o ano começou com atendimentos emergenciais em decorrência da tromba d'água que atingiu, em 28 de janeiro, o distrito de Correia de Almeida.

A Defesa Civil trabalha no Sistema Municipal de Proteção juntamente com as Secretarias Municipais de Governo (Segov), de Obras Públicas (Semop), a Subsecretária de Trânsito (Sutram) e o Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente (Codema). E, entre os serviços prestados ao longo do ano estão atendimentos a residências invadidas por água de chuva; inundação. Alagamento, erosão, desabamento parcial de muros; queda parcial e total de ponte; queda de talude; árvores caídas ou ameaçando cair; deslizamento de terra; infiltração, rachaduras, trincas e desabamento de imóveis; ameaça de desabamento de muros; desabamento de muro; problemas com captação de água pluvial; monitoramento de áreas de risco e outros.

Os serviços mais solicitados foram de residência invadida por água de chuva (17 chamados); problemas com captação de água pluvial (16); erosão (15) e monitoramento de área de risco (14). Com relação a tromba d'água em janeiro, foi instalado o Gabinete de Crise, para que fosse intensificado o trabalho do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil e facilitar o atendimento as vítimas das localidades de Correia de Almeida, Senhora das Dores, Costas, José Luiz, Torres, Palmital, Vila Sofia e demais regiões atingidas.

Mas a Defesa Civil trabalhou, de forma preventiva, também em outros eventos, com Operação Carnaval, Operação Exposição Agropecuária e Operação Jubileu de São José. Antes dos eventos, foram realizadas vistorias nos locais, juntamente com os órgãos do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil.

Ainda com relação a trabalhos preventivos, com o objetivo de reduzir impactos provados pelas chuvas, foram intensificados pela Defesa Civil, Codema e Semop os serviços de limpeza de encostas, poda de árvores, pavimentação asfáltica, além de vistorias em áreas de risco. No total, nove áreas de risco (moderado, médio e alto) foram monitoradas. Aconteceu a instalação de 13 pluviômetros.


Busca de Notícias